Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
16.9 C
Lisboa
More

    Censo mostra Uruguai com população estagnada, envelhecida, urbana e com mais imigrantes

    O Uruguai tem uma população estagnada em 3,4 milhões de habitantes, com maior concentração urbana e mais imigrantes, segundo dados preliminares do último censo, apresentados pelo Instituto Nacional de Estadística (INE) nesta segunda-feira (27).

    Vivem no país 3.444.263 pessoas, das quais 52% são mulheres e 48% são homens.

    Isto representa um aumento de 1% em relação à população registrada no censo de 2011, que o INE atribui à chegada de cerca de 62.000 imigrantes.

    “Os imigrantes permitiram que tivéssemos uma pequena alta na população no período entre censos”, explicou o diretor do INE, Diego Aboal.

    Sem o fluxo migratório, o número de habitantes do Uruguai teria diminuído devido ao aumento conjuntural dos óbitos pela pandemia de covid-19 e à queda persistente da natalidade nas últimas décadas.

    O Uruguai tem uma população “relativamente estagnada”, ressaltou Aboal, ao advertir o desafio que o país tem pela frente: “cada criança será muito preciosa”.

    Aboal destacou também o processo de envelhecimento dos uruguaios, cuja idade média é de 38 anos, acima dos 34 anos de 2011 e dos 29 de 2004.

    Atualmente, 2% da população têm mais de 85 anos e o número de centenários aumentou para 822 (eram 517 em 2011 e 440 em 2004).

    Além disso, é continua a diminuição da população que vive no meio rural, estimada em 4% frente aos 96% da população urbana. No censo de 1963, uma em cada cinco pessoas morava no campo.

    No Uruguai, também diminuiu o tamanho médio das famílias para 2,5 pessoas. “Isto tem a ver com as tendências demográficas, mas também com um país que se desenvolveu”, afirmou Aboal.

    – Pela primeira vez, imigrantes aumentam a população –

    Pela primeira vez desde o censo de 1908, foi registrado um crescimento da população nascida no exterior, que se situou em 3%, um ponto percentual a mais do que 2011.

    O INE estima que 61.810 imigrantes tenham chegado ao país entre 2012 e 2023, a maioria procedente de Venezuela (27%), Argentina (22%) e Cuba (20%), seguidos de pessoas vindas de Brasil, Colômbia, Espanha, Peru, Estados Unidos, Chile e República Dominicana, entre outros.

    No Uruguai, com uma superfície de 176.000 km², a maior quantidade da população está na costa sul do país, às margens do Rio da Prata e do Oceano Atlântico, com picos no litoral, às margens do rio Uruguai, na fronteira com a Argentina, e com menor densidade nas regiões norte e leste, na fronteira com o Brasil.

    Há mais de dois séculos são feitas consultas demográficas no território uruguaio, mas o primeiro censo abrangeu todo o país foi realizado em 1860, quando foram registrados 223.238 habitantes.

    O censo de 2023 fez história como o primeiro realizado no Uruguai no qual a população pôde preencher o formulário pela internet, uma modalidade escolhida por seis entre dez famílias.

    Publicidade

    spot_img
    FonteAFP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

    O futebolista brasileiro de 40 anos negou qualquer infração durante o julgamento de três dias que decorreu este mês....

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema