Portal de Angola
Informação ao minuto
Categoria do Título da Página

Oceania

Nova Zelândia impõe novas restrições à venda de armas

De acordo com a Sputnik, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, anunciou nesta quinta-feira, a suspensão do comércio de todos as armas de assalto e semi-automáticas de estilo militar no país, em resposta ao ataque terrorista da última semana. De acordo com a premiê, além das armas em questão, também serão proibidos componentes utilizados nesse tipo de armamento. "Em suma, todas as armas semi-automáticas usadas no ataque terrorista de sexta-feira serão proibidas neste país", disse ela. Na manhã do último…

Atentados: Nova Zelândia pede explicações a Erdogan

O atentado contra as duas mesquitas de Christchurch entrou em força na campanha eleitoral turca. O presidente Recep Tayyip Erdogan mostrou imagens do acto terrorista que custou a vida a 50 pessoas durante acções de campanha e promete castigar o atirador se a Nova Zelândia não o fizer. Wellington não gostou e pediu-lhe explicações. Recep Tayyip Erdogan procura nas eleições de 31 de Março garantir uma boa margem para o seu partido, o AKP (Partido Justiça e Desenvolvimento), e a luta contra os muçulmanos, que o presidente…

Austrália convoca embaixador turco após comentários de Erdogan

O primeiro-ministro australiano Scott Morrison anunciou na quarta-feira que convocará o embaixador turco em Canberra pelas declarações "muito ofensivas" do presidente Recep Tayyip Erdogan sobre os ataques em duas mesquitas na Nova Zelândia. De acordo com a France Press, Erdogan considerou os ataques perpetrados por um australiano como um ataque à Turquia e ao Islão e advertiu os antimuçulmanos daquele país que sofrerão o mesmo destino que os soldados de Gallipoli - uma sangrenta batalha da Primeira Guerra Mundial.…

Nova Zelândia enterra primeiras vítimas do massacre nas mesquitas

Um refugiado sírio e o seu filho foram enterrados nesta quarta-feira na Nova Zelândia, nos primeiros funerais de vítimas do atentado contra duas mesquitas em Christchurch, escreve a Reuters. Centenas de pessoas, principalmente muçulmanas, reuniram-se na manhã desta quarta-feira num cemitério próximo à mesquita de Linwood, o segundo alvo do ataque da sexta-feira, 15 de Março, quando um supremacista branco australiano armado com arma de guerra matou 50 fiéis. A multidão despediu-se de Khalid Mustafa, 44 anos, e de seu…

Atirador da Nova Zelândia enfrentará “toda a força” da lei

Segundo a Reuters, a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, prometeu nesta terça-feira que jamais pronunciará o nome do autor do massacre em duas mesquitas em Christchurch, afirmando que o atirador enfrentará "toda a força da lei". "Enfrentará toda a força da lei na Nova Zelândia", declarou Ardern em sessão extraordinária do Parlamento, que abriu com a saudação Salaam Aleikum ("que a paz esteja convosco"). Cinquenta fiéis foram mortos na sexta-feira, durante as orações da tarde, por um supremacista branco…

Já é segunda-feira em Christchurch e a cidade procura voltar à rotina

Há segurança reforçada, com helicópteros a sobrevoar a cidade. As escolas reabriram hoje, depois de toda a cidade ter sido encerrada na sequência do ataque, escreve o Notícias que cita a Lusa. Na passada sexta-feira, a Nova Zelândia viveu aquele que foi descrito por Jacinda Ardern, a primeira-ministra do país, como "um dos dias mais negros" da sua história. Um homem suspeito de ser supremacista branco, entrou em duas mesquitas armados e matou pelo menos 50 pessoas, ferindo ainda outras dezenas. Dada a diferença…

Autor de atentado na Nova Zelândia mandou e-mail à primeira-ministra

Um dos autores do atentado contra duas mesquitas na Nova Zelândia, Brenton Tarrant enviou à primeira-ministra Jacinda Ardern uma cópia de seu manifesto de extrema-direita minutos antes de cometer o ataque que deixou 49 mortos e 48 feridos, avança o Notícias ao Minuto que cita a ANSA. O escritório da premier, através do porta-voz à imprensa Andrew Campbell, confirmou à emissora CNN que o atirador enviou um e-mail com o manifesto de mais de 70 páginas para a caixa-postal do gabinete. A mensagem foi remetida por um endereço…

Neozelandeses organizam-se para demonstrar apoio a comunidades muçulmanas

De acordo com o Observador que ciata Lusa, habitantes da Nova Zelândia estão hoje a demonstrar apoio às comunidades muçulmanas, em choque depois do ataque de um supremacista branco, acusado de disparar em duas mesquitas, matando 49 pessoas, e que ficou em silêncio perante o juíz. Brenton Harrison Tarrant, de 28 anos, compareceu perante um tribunal, no centro de rígidas medidas de segurança, algemado e vestido com o uniforme prisional, sem demonstrar qualquer emoção quando o juiz leu a primeira acusação de homicídio. O…

Atirador da Nova Zelândia já foi a tribunal. Foi acusado de homicídio

Esteve em silêncio durante a sua breve passagem pelo tribunal. De acordo com o Notícias ao Minuto que cita a CNN, Brenton Harrison Tarrant, de 28 anos, o suspeito do tiroteio desta sexta-feira em duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, que resultou na morte de 49 pessoas, já foi levado a tribunal. De realçar que na Nova Zelândia já é sábado (mais 13 horas do que em Angola). O principal suspeito do ataque com motivações xenófobas foi acusado de um crime de homicídio. No entanto, a polícia neozelandesa já…

Imã de mesquita diz que massacre não muda amor dos fiéis muçulmanos

O imã que liderava a oração na mesquita de Linwood quando um homem armado matou várias pessoas naquele templo disse hoje que o ataque não vai mudar o amor dos fiéis pela Nova Zelândia, avança o Observador que cita a Lusa. "Ainda amamos este país", sublinhou Ibrahim Abdul Halim, imã da mesquita em Christchurch. " Nunca vão quebrar a nossa confiança", acrescentou. O ataque causou pelo menos 49 mortos no ataque às duas mesquitas de Christchurch. O atirador, um australiano de nome Brenton Tarrant, foi já presente ao…

Número de mortos em ataque a mesquitas na Nova Zelândia sobe para 49

Segundo a polícia um homem já foi acusado de homicídio, avança o Notícias ao Minuto. Duas mesquitas em Christchurch, na Nova Zelândia, foram alvo de dois ataques que mataram, pelo menos, 49 pessoas e fizeram 48 feridos graves. Segundo o comissário da polícia, Mike Bush, em conferência de imprensa, 41 das vítimas mortais morreram na mesquita de Masjid Al Noor e sete morreram no Centro Islâmico de Linwood, uma última morreu após ser transportada para o hospital. Quatro pessoas foram detidas relacionadas com o ataque -…

Tiroteio em mesquita foi transmitido em direto pelo atirador

De acordo com o Observador que cita a Lusa, o tiroteio numa das mesquitas de Christchurch foi transmitido em direto durante 17 minutos pelo atirador, que se identificou como Brenton Tarrant, um homem de 28 anos nascido na Austrália. Pelo menos 40 pessoas morreram, havendo ainda dezenas de feridos. A transmissão na internet começou quando o atirador se dirigiu à mesquita de Al Noor, quando estacionou o seu carro numa entrada próxima, descreveu o jornal New Zeland Herald. O atirador afastou-se da mesquita, efetuando…

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »