Segunda-feira, Junho 24, 2024
24.4 C
Lisboa
More

    Angola e os Estados Unidos aprofundam cooperação militar

    Angola e os Estados Unidos deram esta semana em Washington mais alguns passos em frente no âmbito do aprofundamento da sua nova parceria estratégica que João Lourenço está seriamente apostado em implementar com acções concretas em áreas já identificadas, onde o destaque vai certamente para a cooperação militar.

    Foi exactamente nas instalações do Pentágono em Washington onde estes passos foram dados com a visita que efectua aos EUA o Ministro da Defesa e dos Veteranos de Guerra, João Ernesto dos Santos (Liberdade) e com as primeiras conversações já mantidas com o seu anfitrião e homólogo Lloyd Austin.

    Conversações que vão continuar nos próximos dias a ter em conta o anúncio oficial que resultou deste primeiro encontro e que aponta para a realização nos dias 5 e 6 de junho da primeira reunião do novo Comité Conjunto de Cooperação de Defesa Estados Unidos- Angola.

    No discurso de boas-vindas com que brindou o governante angolano, o Secretário de Defesa, Lloyd J. Austin, fez questão de recordar a visita que efectuou a Luanda em setembro do ano passado para salientar o seu caracter histórico por ter sido a primeira vez que um titular da pasta visitou o país lusófono, após mais de trinta anos de relações diplomáticas inauguradas por Bill Clinton, com o tardio reconhecimento de Angola em abril de 1993. Tinham-se passado mais de 17 anos desde que Angola proclamou a sua independência a 11 de novembro de 1975.

    Austin que em Luanda foi recebido pelo Presidente João Lourenço justificou a sua viagem à capital angolana pela importância da parceria em matéria de defesa que os dois países decidiram edificar tendo a respeito feito referências aquilo que considerou serem acções de profundidade já empreendidas em áreas como a segurança marítima, a manutenção da paz e a política de defesa.

    Para Loyde Austin a parceria entre os dois países tem um enorme potencial para crescer, incluindo em áreas como a cibersegurança e a participação de Angola no Programa de Parcerias dos Estados Unidos.

    O Secretário de Defesa norte-americano congratulou-se por outro lado com o interesse manifestado por Angola de fazer aquisições de equipamentos militares nos EUA.

    O Ministro angolano da Defesa considerou que o espaço geoestratégico e geopolítico em que Angola está inserida requer uma atenção especial devido às profundas complexidades históricas, geográficas, económicas e culturais das comunidades acima referidas.

    Ernesto dos Santos adiantou que Angola com os EUA pretende estreitar as suas relações no domínio da defesa, alargando a cooperação em novas áreas, nomeadamente reforçando a capacidade técnica e operacional, com a aquisição de um sistema de construção de máquinas de construção definitiva, a aquisição de um veículo de transporte e logística a fornecer pela Oshkosh Defense, a aquisição de um sistema de pontes a fornecer pela Acrow Bridges, a aquisição de uma frota de veículos tácticos ligeiros a fornecer pela General Motors Defense e também a aquisição de aeronaves.

    Sabe-se que durante a sua permanência nos EUA o ministro angolano deverá visitar algumas fábricas americanas ligadas à produção de material militar, onde se inclui uma empresa de aviação.

    Por Editor Político com RS em Luanda
    Portal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Biden e Trump se enfrentam em primeiro debate na quinta-feira

    O primeiro debate entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump na corrida à Casa Branca, marcado...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema