Quarta-feira, Junho 19, 2024
19.9 C
Lisboa
More

    Regras sobre conteúdo local para créditos fiscais eliminam dezenas de VE do mercado dos Estados Unidos

    Muitos veículos elétricos (VE) perderam a elegibilidade para créditos fiscais de 7.500 dólares nos Estados Unidos depois que novas regras de fornecimento de baterias entraram em vigor na segunda-feira, dia um de janeiro, disse o Tesouro dos EUA.

    A Lei de Redução da Inflação de 2022 reformou o crédito fiscal de veículos elétricos, exigindo que os veículos fossem montados na América do Norte para se qualificarem para quaisquer créditos fiscais, eliminando quase 70% dos modelos elegíveis na época.

    As novas regras excluem do crédito fiscal os veículos que utilizam componentes de baterias fabricados em países com os quais os Estados Unidos não têm acordos de livre comércio, nomeadamente a China.

    As regras do Departamento do Tesouro divulgadas no mês passado visam componentes de baterias fabricados por qualquer empresa sujeita à jurisdição chinesa ou que seja de propriedade do governo chinês em pelo menos 25%. Em 2025, as restrições serão ampliadas para incluir fornecedores de matérias-primas essenciais para baterias, como níquel e lítio.

    O número de modelos de VE qualificados para créditos fiscais nos EUA caiu de 43 para 19. Esses números incluem diferentes versões do mesmo tipo de veículo. O Tesouro disse que alguns fabricantes ainda não apresentaram informações sobre os veículos elegíveis, o que pode levar a mudanças na lista.

    Volkswagen ID.4, Tesla Model 3 com tração traseira, BMW X5 xDrive50e (BMWG.DE), Audi Q5 PHEV 55, Cadillac Lyriq e Ford E-Transit estão entre os veículos que saíram da lista de veículos elegíveis para créditos fiscais.

    O Tesouro disse que “os fabricantes estão a ajustar as suas cadeias de abastecimento para garantir que os compradores continuem a ser elegíveis para o novo crédito para veículos limpos, fazendo parceria com aliados e trazendo empregos e investimentos de volta aos Estados Unidos”.

    Com esta medida, os Estados Unidos correm o risco de retardar a transição dos combustíveis fósseis para as energias renováveis, uma vez que a China está tecnologicamente muito mais avançada na produção de baterias para VE.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Nvidia torna-se empresa mais valiosa da bolsa do mundo

    A fabricante de semicondutores Nvidia se tornou, nesta terça-feira (18), a empresa mais valiosa do mundo, superando Apple e...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema