Sexta-feira, Abril 19, 2024
16.8 C
Lisboa
More

    Pequim tem maior número de horas abaixo de 0° C em dezembro desde 1951

    A capital da China, Pequim, quebrou o recorde de horas de temperaturas abaixo de zero para um mês de dezembro, estabelecido em 1951, depois que uma onda de frio varreu partes do país e trouxe nevascas.

    Partes do norte e do nordeste da China experimentaram um frio recorde desde a semana passada, com algumas áreas no nordeste atingindo – 40º Celsius, à medida que o ar frio cortante descia do Ártico.

    Até este domingo, um observatório meteorológico em Pequim registrou mais de 300 horas de temperaturas abaixo de zero, com início em 11 de dezembro, o máximo para um mês de dezembro desde que os registros começaram em 1951, de acordo com o jornal Beijing Daily, apoiado pelo Estado.

    A capital também sofreu nove dias consecutivos de temperaturas abaixo de -10°C neste período, acrescentou o Beijing Daily.

    Várias cidades da província central chinesa de Henan, a sudoeste de Pequim, estão vivendo uma crise de fornecimento de aquecimento, com a oferta de energia térmica na cidade de Jiaozuo sob pressão para garantir o abastecimento.

    As caldeiras de aquecimento da JiaoZuo WanFang Aluminium Manufacturing, uma dos principais fornecedoras da cidade, quebraram, deixando algumas áreas com necessidade urgente de mais abastecimento, informou a mídia estatal neste domingo.

    A empresa está se esforçando para consertar o defeito e espera retomar o fornecimento em 26 de dezembro, informou a imprensa estatal, sem especificar o número de caldeiras que quebraram.

    A JiaoZuo WanFang Aluminium não respondeu imediatamente a um pedido de comentário enviado por e-mail pela Reuters.

    A cidade irá suspender o fornecimento de aquecimento para a maioria das empresas, exceto aos prestadores de serviços essenciais, como hospitais e centros de idosos, para priorizar o uso residencial. No entanto, alguns complexos residenciais ainda serão impactados durante o período de manutenção dos equipamentos, segundo os meios de comunicação.

    Duas outras cidades de Henan – Puyang e Pingdingshan – já suspenderam a oferta de aquecimento a departamentos governamentais e instituições administrativas para priorizar o uso residencial, disseram os governos locais, citando o clima extremamente frio.

    A expectativa é que uma massa de ar quente vá do norte ao sul do país, elevando as temperaturas a partir do fim de semana.

    A partir das 14h deste domingo (3h no horário de Brasília), as temperaturas em muitas áreas no centro e leste da China subiram um pouco, avançando em algumas áreas mais de 10°C, disse a autoridade meteorológica do país.

    Por Ella Cao, Siyi Liu e Ryan Woo

    Publicidade

    spot_img
    FonteREUTERS

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola com dificuldades de recuperar ativos de São Vicente

    "No quadro do combate contra a corrupção e em relação à recuperação de ativos, ouvimos ontem as declarações...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema