Sexta-feira, Junho 21, 2024
21.1 C
Lisboa
More

    Novo ataque de drones contra tropas americanas no Iraque

    Um ataque de drones na segunda-feira teve como alvo uma base militar no norte do Iraque usada pelas forças dos EUA e da coligação anti-jihadista, disseram autoridades norte-americanas e iraquianas, no último incidente do género.

    O número de ataques contra a coligação, que enviou tropas para o Iraque para combater o grupo Estado Islâmico, aumentou desde o início da guerra entre Israel e o Hamas, a 7 de outubro.

    No incidente de segunda-feira, um drone (veículo aéreo não tripulado) foi lançado em direção a uma base perto do aeroporto de Irbil, no Curdistão iraquiano, disse Yehia Rasool, porta-voz do primeiro-ministro iraquiano para assuntos militares, em comunicado.

    O ataque causou feridos, disse Rasool, sem dar mais pormenores.

    Um oficial militar dos EUA, falando sob condição de anonimato, confirmou à AFP que um ataque de drone foi lançado “contra as forças dos EUA e da coligação” na base aérea, acrescentando que “ainda estamos a aguardar avaliações de feridos e danos (se houver)”.

    Pouco tempo depois do ataque do drone, a Resistência Islâmica no Iraque afirmou ter lançado um drone contra outra base, perto de Harir, a nordeste de Irbil.

    Esta base também alberga forças dos EUA e da coligação.

    A Resistência Islâmica no Iraque é uma formação informal de grupos armados filiados na coligação Hashed al-Shaabi de antigos paramilitares que estão agora integrados nas forças armadas regulares do Iraque.

    Desde 17 de outubro, os militares americanos contabilizaram 103 ataques contra as suas tropas no Iraque e na Síria.

    A maioria desses ataques foi reivindicada pela Resistência Islâmica no Iraque, que se opõe ao apoio dos EUA a Israel na sua guerra contra o Hamas na Faixa de Gaza.

    No início de dezembro, a embaixada dos EUA em Bagdade foi alvo de disparos de rockets. Esse ataque, o primeiro do género desde o início da guerra em Gaza, não foi reivindicado por nenhum grupo.

    O gabinete do primeiro-ministro Mohammed Shia al-Sudani anunciou várias detenções e afirmou que alguns tinham ligações aos serviços de segurança.

    Washington tem cerca de 2.500 soldados destacados no Iraque e cerca de 900 na Síria. A coligação internacional luta contra o grupo Estado Islâmico desde 2014.

    Publicidade

    spot_img
    FonteVOA

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola: Comissão Económica aprecia proposta de novo regime de preços e analisa desempenho económico em 2024

    A Comissão Económica do Conselho de Ministros apreciou ontem, quinta-feira, uma proposta de lei que concede ao Presidente da...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema