Domingo, Junho 23, 2024
24.9 C
Lisboa
More

    Bomba causa indeterminado número de vítimas em Kabul

    Várias pessoas morreram e outras ficaram feridas num atentado bombista contra um posto de control numa base militar na capital do Afeganistão Kabul, disse um porta voz do governo dos talibãs.

    Ninguem reivindicou de imediato o atentado e desconhece-se se o número exacto de vitimas.

    O atentado ocorreu a cerca de 200 metros do aeroporto civil da capital e perto do edifício do ministério do Interior que foi alvo de um atentado em Outubro em que pelo menos quatro pessoas morreram.

    O “Estado Islâmico” tem vindo a intensificar ataques contra os Talibã através do país

    A organização das Nações Unidas disse que o vice-director da sua missão no Afeganistão Markus Potzel reuniu-se com o vice primeiro minsitro do governo dos Talibã para discutir a proibição de mulheres trabalharem para organizações não governamentais.

    A decisão levou várias importantes orgnaizações de ajuda internacional a suspenderam as suas actividades no país fazendo aumentar receios que afegãos não poderão contar com ajuda alimentar, educação e cuidados de saúde fornecidos por essas agências.

    A ONGs avisaram que a proibição irá ter “consequencias catastróficas”.

    O director de ajuda da ONU Martin Grifths vai deslocar se ao Afeganistão para discutir a proibição.

    Publicidade

    spot_img
    FonteVOA

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Extrema direita avança como favorita nas eleições legislativas da França

    A apenas uma semana do primeiro turno das eleições legislativas na França, a extrema direita lidera as pesquisas e...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema