Terça-feira, Março 5, 2024
15 C
Lisboa
More

    FMI realça combate à inflação em Angola

    O combate à inflação e os ajustamentos feitos, por Angola, no mercado cambial satisfazem o Fundo Monetário Internacional (FMI), realçou, esta segunda-feira, em Luanda, o director executivo do Conselho de Administração que representa Angola no FMI, Willy Nakuniada.

    O responsável falava à imprensa após o encontro com a ministra das Finanças, Vera Daves, inserida na jornada de monitoramento, no quadro do Programa Pós Financiamento sobre a Vigilância Regular, enquadrada no artigo IV do acordo Constitutivo do Fundo.

    Segundo Willy Nakuniada, as acções desenvolvidas por Angola estão a ter resultados, tendo adiantado que a missão vai solicitar dados às autoridades angolanas sobre a situação económica do país, para aferir a necessidade ou não de possíveis recomendações.

    Realçou que depois do programa, as autoridades estão focadas numa agenda de diversificação da economia.

    “Este é um evento que as autoridades discutem com o FMI, incluindo o Banco Mundial (BM), quais são as alternativas a serem exploradas para a agenda da diversificação económica”, disse.

    Na ocasião, a ministra das Finanças, Vera Daves de Sousa, destacou as reformas desenvolvidas em Angola, que visam diversificar a economia e ter uma taxa de inflacção mais baixa.

    Acrescentou que o país vai partilhar os desenvolvimentos mais recentes e as suas perspectivas com a Missão Conjunta do Fundo Monetário Internacional (FMI).

    Explicou que é uma missão de acompanhamento que ocorre de seis em seis meses, permitindo ter conselhos, assistência técnica em diversos aspectos considerados relevantes.

    “Não é um programa financiado. É simplesmente uma iniciativa de acompanhamento que estamos a ter, com vista a defendermos o que conseguimos de bom no programa que tivemos com o FMI e no sentido de ajudarem-nos a pensar como podemos acelerar algumas das reformas”, destacou.

    Frisou que o foco do FMI “é ver como apoiarem-nos para que se saia um pouco do quadro macro, mas é uma sensibilidade maior para ver como é que os esforços podem ser feitos para que a diversificação económica aconteça”.

    Questionada sobre possíveis financiamentos, no futuro, a governante disse que, a partida, não foi identificada a necessidade de financiamento.

    “Contamos trabalhar com outras instituições financeiras multilaterais, para na lógica de financiamentos a projectos e apoio orçamental, como o Banco Mundial e Agência Francesa de Desenvolvimento e o Banco Africano de Desenvolvimento”.

    Remoção do subsídio aos combustíveis

    Uma outra questão abordada pela ministra das Finanças está relacionado com a possibilidade de remoção dos subsídios aos combustíveis.

    A governante avançou que as discussões técnicas continuam com o FMI e com o BM.

    Frisou que a preocupação mantém relativamente ao potencial impacto social dessa remoção, “o que estamos a fazer com essas duas instituições financeiras é a analisar as possíveis medidas de mitigação, que poderiam ser implementadas, caso decidíssemos avançar”.

    A Missão Conjunta do Fundo Monetário Internacional (FMI) decorre de 28 de Novembro a 15 de Dezembro, no âmbito da jornada de monitoramento do Programa Pós Financiamento sobre a vigilância regular enquadrada no artigo IV do acordo Constitutivo do Fundo.

    Além do encontro com a ministra das finanças, há também a previsão da realização de encontros de trabalho com outros departamentos ministeriais, com realce para o das Obras Públicas e Ordenamento do Território, Comércio e Indústria e Recursos Minerais e Petróleo e Gás, Economia e Planeamento, para além de encontros com o sector privado, parceiros multilaterais de desenvolvimento e o Banco Nacional de Angola.

    ANGOP

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Emirados Árabes Unidos convocarão uma reunião sobre financiamento climático em preparação para a COP29

    Os Emirados Árabes Unidos reunirão representantes dos países e líderes de instituições financeiras globais numa reunião especial em junho,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema