Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
16 C
Lisboa
More

    Unitel e Isabel dos Santos: Batalha legal em Londres

    Bilionária angolana luta contra a tentativa de congelamento de aproximadamente 700 milhões de euros em ativos e acusa Angola de "opressão". Em batalha judicial com a Unitel, nega corrupção e alega vingança política.

    A bilionária angolanaIsabel dos Santos está a lutar contra um pedido para congelar até 580 milhões de libras (aproximadamente 700 milhões de euros) dos seus ativos, dizendo ao Tribunal Superior de Londres, na quarta-feira, que está a ser vítima de uma “campanha de opressão” por parte de Angola.

    Dos Santos – a primeira mulher bilionária de África, cujo pai José Eduardo dos Santos governou Angola durante 38 anos, até 2017 – é alvo de acusações de corrupção em Angola há vários anos.

    Ela nega as acusações e diz que é alvo de uma de uma vingança política de longa data, que já viu os seus ativos congelados ou apreendidos em Angola ePortugal.

    Em uma entrevista exclusiva à DW África, em novembro de 2022, Isabel dos Santos acusou o partido no poder em Angola e lançou graves acusações contra João Lourenço, afirmando que “o Presidente tem uma agenda de perseguição política”.

    Unitel e as acusações

    A operadora de telecomunicações angolana Unitel está a processar dos Santos por causa de empréstimos feitos à empresa holandesa Unitel International Holdings (UIH) em 2012 e 2013, quando dos Santos era diretora da Unitel, para financiar a aquisição pela UIH de ações em empresas de telecomunicações.

    Os empréstimos não foram reembolsados e cerca de 300 milhões de libras estão pendentes, de acordo com a Unitel, que conseguiu que Isabel dos Santos fosse adicionada ao processo em maio.

    Dos Santos diz que a Unitel é responsável pela incapacidade da UIH de pagar os empréstimos, devido ao seu alegado papel na apreensão ilegal dos ativos da UIH por parte de Angola.

    A Unitel nega qualquer envolvimento na apreensão de ativos e diz que dos Santos está a tentar transformar o caso em “mais uma batalha numa guerra de relações públicas contra o sucessor do seu pai”, João Lourenço.

    “Cleptocracia (e) corrupção”

    O seu advogado Paul Sinclair disse ao Tribunal Superior na quarta-feira (29.11) que a acumulação da riqueza de Isabel dos Santos era “um conto clássico de cleptocracia (e) corrupção”.

    A Unitel está a pedir uma ordem de congelamento mundial para impedir que Isabel dos Santos coloque os seus bens fora do alcance da empresa.

    Mas a empresária está a opor-se ao pedido da Unitel, que o seu advogado Richard Hill afirmou em tribunal ser parte de uma “campanha politicamente motivada pelo Estado angolano”.

    Hill afirmou ainda que a ordem de congelamento foi obtida com “provas forjadas, que incluíam uma cópia falsa do seu passaporte com a assinatura de Bruce Lee”.

    A audiência do pedido da Unitel deverá terminar na quinta-feira (30.11), esperando-se uma decisão numa data posterior.

    Por Sq | com agências

    Publicidade

    spot_img
    FonteDW

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

    O futebolista brasileiro de 40 anos negou qualquer infração durante o julgamento de três dias que decorreu este mês....

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema