Domingo, Abril 14, 2024
21.6 C
Lisboa
More

    Novas unidades sanitárias em Cabinda

    O projecto de construção de um hospital geral, com a capacidade para 350 camas, vai ser executado, nos próximos dias, na localidade de Buco Ngoyo, em Cabinda, no âmbito do programa de edificação de unidades sanitárias de grande dimensão”, que o Ministério da Saúde leva a cabo em algumas regiões do país, anunciou o secretário provincial da Saúde.
    Carlos Zeca referiu que o objectivo que leva o ministério de tutela a executar o projecto em Cabinda, depois de fazer o lançamento da primeira pedra de um empreendimento idêntico na província de Benguela, é reduzir o fluxo de pacientes à maior unidade sanitária da província, que já não responde à crescente procura, tendo em conta o êxodo populacional.
    Médico obstetra, Carlos Zeca salientou que o projecto prevê uma área para os serviços de psiquiatria, por se notar, nos últimos tempos, um crescimento de casos de perturbação mental na província de Cabinda. Anunciou também a construção, para breve, de uma unidade sanitária ligada especificamente à hemodiálise, na zona adjacente ao Hospital 28 de Agosto.
    A sua edificação tem como finalidade pôr fim às constantes deslocações de pacientes que sofrem de insuficiência renal ao exterior do país ou mesmo a Luanda, causando enormes gastos financeiros ao governo da província de Cabinda. O responsável provincial da Saúde, que não avançou o custo dos dois projectos em perspectiva nem tão pouco a data do início das obras, assegurou apenas que está concluído o estudo preliminar da proposta de construção do hospital geral, já encaminhado à Direcção Nacional da Saúde para apreciação, e que, posteriormente, será feito o lançamento da primeira pedra.
    O secretário provincial da Saúde de Cabinda revelou que o projecto de construção da unidade sanitária ligada à hemodiálise também já foi encaminhado para o gabinete jurídico do governo, para efeitos de assinatura de acordos de adjudicação. Cabinda, de acordo com Carlos Zeca, dispõe de 78 hospitais, entre centros e postos de saúde, distribuídos nos quatro municípios da região.
    “No município sede da província de Cabinda encontra-se a maior parte dos hospitais, sendo três de referência municipal e um provincial, além de um número considerável de centros e postos médicos”, disse o secretário provincial da Saúde.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Irão lança ataque com mais de 100 drones contra Israel em retaliação

    O Irã lançou um ataque com drones contra Israel em um ato de retaliação, neste sábado (13). “Compreendemos essas...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema