Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
16 C
Lisboa
More

    Milei convidou Lula para sua posse, segundo o Itamaraty

    O presidente eleito da Argentina, o ultraliberal Javier Milei, convidou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para sua posse, após tensões entre os dois líderes, segundo informou o Itamaraty neste domingo (26).

    Diana Mondino, indicada por Milei para ser sua futura chanceler, reuniu-se em Brasília com o ministro das Relações Exteriores de Lula, Mauro Vieira, informou o Itamaraty na rede X, antigo Twitter.

    Mondino, que também é deputada eleita, “entregou convite do presidente eleito Javier Milei para que o presidente Lula participe da sua posse”, acrescentou o Itamaraty.

    Durante a campanha eleitoral argentina, Milei havia declarado que, se chegasse à presidência, não se reuniria com o petista, a quem chamou de “corrupto” e “comunista”.

    No entanto, Milei, que venceu as eleições presidenciais argentinas há uma semana, enviou a Lula uma saudação “com estima e respeito” e o convidou para sua cerimônia de posse em 10 de dezembro, conforme a carta, publicada pela imprensa neste domingo.

    No documento de uma página, Milei expressou seu desejo de que Argentina e Brasil, grandes parceiros comerciais, continuem “compartilhando áreas de complementaridade”.

    E espera que ele e Lula compartilhem “uma etapa de trabalho frutífero e de construção de laços”.

    Mas o ultraliberal antissistema, que promete modificações estruturais em seu governo, também apontou que “mudanças econômicas, sociais e culturais, baseadas nos princípios da liberdade” posicionarão ambos “como países competitivos, onde seus cidadãos poderão desempenhar ao máximo suas capacidades e, assim, escolher o futuro que desejem”.

    – Críticas a Lula –

    Questionada sobre os duros comentários de Milei contra Lula durante a campanha, Mondino disse a jornalistas após a reunião que “uma coisa é a crítica à ideologia e outra à pessoa”. E esclareceu: “a parceria” entre os dois países “continuará da melhor forma e o mais rápido possível”.

    Vieira também pareceu concordar em virar a página, ao afirmar que “o que foi discutido durante a campanha é uma coisa e o que acontece durante o governo é outra”.

    Mondino enfatizou a “importância de assinar o mais rápido possível” o acordo entre a União Europeia e o Mercosul, o bloco sul-americano do qual Milei ameaçou retirar a Argentina.

    – Sem conversa por telefone –

    No entanto, uma visita de Lula à cerimônia de posse na Argentina não está garantida, disse Mauro Vieira, que observou que o presidente ainda não leu a carta de Milei, e os dois líderes não conversaram por telefone.

    Uma fonte do Planalto havia dito na segunda-feira que Lula não comparecerá à posse do novo governo argentino, e o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, afirmou que Milei deveria primeiro pedir desculpas para abrir um diálogo entre os dois líderes.

    O ex-presidente Jair Bolsonaro estará presente na cerimônia. Ele afirmou que, com a vitória do argentino, “a esperança volta a brilhar na América do Sul”.

    Publicidade

    spot_img
    FonteAFP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Dani Alves considerado culpado de violação de uma mulher numa discoteca em Espanha

    O futebolista brasileiro de 40 anos negou qualquer infração durante o julgamento de três dias que decorreu este mês....

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema