Domingo, Abril 14, 2024
25.8 C
Lisboa
More

    Crédito ao sector não financeiro cai 1% para 4,76 biliões de Kz no I Semestre de 2022

    De um total de 4,76 biliões kwanzas emprestados ao sector não financeiro, a Indústria transformadora e agricultura são apenas o quarto e quinto que mais receberam. O comércio, a reparação de veículos automóveis e a construção lideram o ranking.

    O crédito bruto ao sector não financeiro em Angola caiu 1% para 4,76 biliões Kz no I semestre de 2022, por comparação com o período homólogo do ano passado, de acordo com cálculos do Expansão com base em dados publicados pelo Banco Nacional de Angola (BNA). A queda interrompe um ciclo de crescimento que durava há três primeiros semestres consecutivos, ou seja este indicador tem vindo a crescer neste período de 2019 a 2021.

    O endividamento do sector privado (empresas privadas e particulares) caiu 0,66% para 4,37 biliões Kz em comparação com o mesmo período do ano passado mas mesmo assim representou 91,52% do total. O endividamento do sector público tem vindo a cair desde o início de 2021, de forma lenta mas sustentada, o que significa um maior controlo na função e empresas públicas

    O ranking dos cinco que mais recebem crédito

    O Expansão apurou que os quatro principais sectores privados e não financeiros que mais receberam crédito representam 56% de um total de 4,76 mil milhões Kz concedidos. São eles o sector do Comércio por Grosso e a Retalho e Reparação de Veículo Automóveis e Motociclos, um segundo que é a Construção, em terceiro vem a Indústria Transformadora, e por fim um quarto, em que o BNA agrega Agricultura, Caça, Floresta e Pescas. Se a este grupo juntarmos o crédito a particulares, constatamos que a quota do top cinco dos que mais receberam crédito a nível do sector não financeiro sobe para 74% do total.

    A liderar o top cinco dos sectores que ficaram com a maior fatia do crédito a nível dos sectores não financeiro, no período em análise, estão os sectores do Comércio por grosso e a Retalho; Reparação de Veículo Automóveis e Motociclos com pouco mais de 1,2 biliões Kz que representam 25% do crédito ao sector não financeiro. Na segunda posição deste ranking está o crédito a particulares que ficou com mais de 853 mil milhões Kz de crédito, valor que representa quase 18% do total.

    Na terceira posição está o sector da construção que absorveu o equivalente a 12,8% do crédito ao sector não financeiro ou seja pouco mais de 604 mil milhões Kz. O quarto sector que mais crédito recebe entre os não financeiros é o sector da indústria transformadora que ficou com 11% ,ou seja pouco mais de 526 mil milhões Kz. Na quinta posição desta o sector da Agricultura, Produção Animal, Caça, Floresta e Pesca com 7,5% ou seja 361 mil milhões Kz. Sendo que os dois sectores da economia real que o País pretende dinamizar para substituir as importações, Agricultura e a Indústria transformadora representam “apenas” 18,5% do crédito concedido ao sector não financeiro.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Haiti já tem Conselho Presidencial, mas ainda não se sabe quem vai liderar o país

    A instituição do Conselho Presidencial pode ser a última esperança para o restabelecimento da ordem no Haiti, onde a...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema