Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024
16.5 C
Lisboa
More

    Visita de trabalho do Presidente da República à Cuanza Norte constituí destaque noticioso político

    A visita de trabalho do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, à província do Cuanza Norte, onde presidiu a XIV reunião da Comissão Económica do Conselho de Ministros e testemunhou o processo de desvio do rio kwanza para a construção da barragem de Laúca, localizada na comuna de São Pedro da Quilemba, município de Cambambe, constituiu o destaque no noticiário político da semana que hoje, sábado, termina.

    Chefe de Estado José Eduardo dos Santos visita projecto hidroeléctrico de Laúca (Foto: Francisco Miudo)
    Chefe de Estado José Eduardo dos Santos visita projecto hidroeléctrico de Laúca (Foto: Francisco Miudo)

    O Estadista apontou a importância estratégica da província do Cuanza Norte no quadro da execução do Plano Nacional de Desenvolvimento.

    José Eduardo dos Santos enviou uma mensagem ao seu homólogo do Burundi, Pierre Nkurunziza, no âmbito dos esforços para buscar para a resolução de conflitos que assolam alguns países da Região do Grandes Lagos, presidida por Angola. Foi portador do missiva o ministro angolano da Defesa, João Lourenço.

    Na semana que finda o Chefe de Estado angolano recebeu em audiências separadas no Palácio Presidencial os ex-presidentes da República Federativa da Nigéria, Olusengum Obasanjo e da Namíbia, Sam Nujoma.

    O Presidente abordou com os interlocutores aspectos de interesse político, económico e social reinante nos respectivos países, a situação no continente africano, especificamente na República Democrática do Congo, República Centro Africana (RCA) no Sudão do Sul, os conflitos inter-religiosos na própria Nigéria, além da actualidade internacional.

    O Estadista rendeu homenagem à Domingos Coelho da Cruz “Ngululu”, presidente da Liga Angolana de Amizade e Solidariedade para com os Povos (LAASP), falecido na terça-feira, por doença.

    Já o Vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente, abordou questões ligadas à cooperação com os embaixadores de Cuba, Gisela Beatriz Garcia Ribeiro, da Guiné- Conakry, Djigui Camara, e da Coreia do Sul, Lee Kyong-yul, tendo este último garantido o apoio do seu país à candidatura de Angola a membro não-permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas, para o período 2015/2016.

    Manuel Domingos Vicente e a coordenadora residente do Sistema das Nações Unidas em Angola, Maria do Valle Ribeiro, examinaram nesta semana aspectos relativos a preparação da próxima sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas.

    Em comunicado de imprensa o Tribunal Constitucional (TC) declarou que a Lei do Branqueamento de Capitais e do Financiamento ao Terrorismo está em conformidade com a Constituição de Angola, não dando provimento ao requerimento da Ordem dos Advogados de Angola (OAA) que requereu a este órgão judicial a fiscalização da constitucionalidade de diversas disposições deste diploma legal.

    A III Comissão da Assembleia Nacional (Relações Exteriores, Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Estrangeiro) manteve um encontro com o secretário adjunto da Política de Espaço e Defesa dos Estados Unidos da América, Frank Rose, para reflectir sobre o alcance e a importância da ratificação da Convenção de Armas Químicas e Biológicas, por parte da República de Angola.

    O deputado da bancada parlamentar do MPLA, Yaba Pedro Alberto declarou na ocasião que Angola vai continuar a constituir um exemplo de paz e segurança a nível do continente africano e no mundo, devido à sua estabilidade política e o interesse na manutenção da paz mundial.

    O secretário-adjunto da Política de Espaço e Defesa dos Estados Unidos da América disse os Estados Unidos da América (EUA) querem trabalhar com a República de Angola na implementação da Convenção de Armas Químicas e Biológicas, tendo em conta o exemplo do país na promoção da paz e segurança no continente e no mundo.

    A antiga representante do Secretário Geral das Nações Unidas em Angola, e chefe da Unaven II, Margareth Anstee, manifestou em Luanda a sua admiração pelo povo angolano devido a sua perseverança e coragem. Sofrem tanto com a guerra e hoje estarem a demonstrar a sua vontade de desenvolver o país.

    Esta semana realizou-se o whorshop sobre o processo de preparação para a revisão periódica universal (UPR) tendo os participantes advogado a necessidade de uma permanente informação e diálogo com todos os actores relevantes, de modo a facilitar a
    compreensão do contexto dos direitos humanos em Angola, bem como a sua evolução.

    O secretário de Estado para os Direitos Humanos, António Bento Bembe, afirmou que “Angola tem dado passos gigantescos na promoção e respeito dos direitos humanos” e que “a base da cultura política é o respeito pela dignidade da pessoa humana e o Estado está a trabalhar para dignificar o Povo angolano”.

    Na semana que finda neste sábado o ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, trabalhou na cidade de Brasília, para abordar aspectos ligados a cooperação entre Angola e o Brasil no ramo da defesa e segurança.

    O ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Chikoti, afirmou que o mundo actual precisa de uma África forte, parceira, que contribua positivamente no processo de desenvolvimento integrado e inclusivo mundial, quando discursava na abertura da VI
    Reunião do Grupo de Eminentes Personalidades ACP que decorreu esta semana, na capital angolana.

    Já o secretário de Estado das Relações Exteriores, Manuel Domingos Augusto, participou em Apia, capital da Samoa do Pacifico, na III Conferência dos Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento das Nações Unidas, tendo a margem avaliado com o
    primeiro-ministro daquele país, Tuilaepa Sailele Malielegaoi, as potencialidades sócio – económicas de ambos países.

    O Bureau Político do Comité Central do MPLA apreciou o relatório de balanço do Plano Nacional de Desenvolvimento (PND 2013 – 2017), referente ao 1º trimestre de 2014, tendo considerado positiva a acção do Executivo, neste período.

    Reunido na sua 4ª Reunião Ordinária, orientada pelo presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos, o órgão considerou que os principais objectivos e compromissos eleitorais,definidos pelo partido, nas Eleições Gerais de 2012, estão a ser executados, de modo
    progressivo e sistemático. (portalangop.co.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola reafirma compromisso com Programa de Acção de Doha

    Angola reafirmou, esta segunda-feira, na sede das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, o seu compromisso com...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema