Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024
19.2 C
Lisboa
More

    Victória Masseu António vence prémio literário

    A estudante do Instituto de Ciências Religiosas de Angola (ICRA) Victória Masseu António é a vencedora da presente edição do prémio literário infanto-juvenil “Quem me dera ser onda”, da União dos Escritores Angolanos (UEA), tendo sido distinguida pela qualidade da sua obra “Menina carente e abandonada”.
    Esta decisão foi tomada por consenso pelo júri, após reunião, no dia 2 de Abril, na sede da UEA.
    Segundo uma nota da UEA, o segundo lugar foi atribuído ao estudante do Instituto Médio de Gestão do Kicolo Moniz Mário Monteiro Marques, com a obra “Lágrimas do girassol”, e em terceiro lugar ficou a estudante do Instituto Andala Palanca Diansambo Zola Miguel Massambo, com a obra “Perdido na rua”.
    Em acta, o júri, constituído pelos escritores Maria Eugénia Neto (presidente), Marta Santos (coordenadora do concurso), Maria Rita da Silva, Teresa Costa, Esmael de Jesus Garcia, Celestina Fernandes e John Bella, concordou que as obras escolhidas eram as que melhor se enquadravam na categoria infanto-juvenil, pela singeleza dos temas, assim como a criatividade e o imaginário demonstrado pelas crianças vencedoras. Além do valor pecuniário oferecido pelo Banco Sol, a UEA se responsabiliza também pela edição, publicação e distribuição das três obras, estando no momento os ilustradores a trabalhar no sentido de os livros serem graficamente atractivos para o leitor e bem recebidos em qualquer mercado (nacional ou internacional). O concurso literário infanto-juvenil “Quem me dera ser onda”, apadrinhado pelo escritor Manuel Rui, é de inteira responsabilidade da UEA e tem como finalidade estimular a criatividade literária das crianças e jovens dos 13 aos 17 anos de idade, no domínio da prosa de ficção, premiando as melhores obras. Por enquanto, o concurso tem dimensão provincial através do envolvimento das escolas públicas e privadas do 1º ciclo e ensino médio de Luanda.
    No entanto, com a experiência adquirida em Luanda, a União dos Escritores Angolanos pretende posteriormente expandir o concurso para todo o país, de modo a estimular o gosto pela leitura e o poder criativo do grupo alvo.
    A direcção executiva da UEA tenciona fazer a entrega dos prémios a 1 de Junho de 2012, Dia Internacional da Criança, com a presença de um representante do Banco Sol, entidade patrocinadora, bem como o patrono, escritor Manuel Rui, o corpo de jurados e os três finalistas.

    Fonte: JA

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola reafirma compromisso com Programa de Acção de Doha

    Angola reafirmou, esta segunda-feira, na sede das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, o seu compromisso com...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema