Segunda-feira, Março 4, 2024
12.5 C
Lisboa
More

    V Cimeira de líderes da CIRGL inicia hoje

    Logotipo da reunião dos responsáveis da Contra Inteligência dos Grande Lagos (Foto: F MIUDO)
    Logotipo da reunião dos responsáveis da Contra Inteligência dos Grande Lagos (Foto: F MIUDO)

    Luanda – A V Cimeira Ordinária de Chefes de Estado e de Governo da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos inicia hoje, quarta-feira, com o objectivo de traçar estratégias com vista à paz, segurança e estabilidade nessa sub-região de África de que fazem parte doze países.

    O encontro inicia com o discurso do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, que vai doravante assumir durante dois anos o cargo de presidente em exercício deste órgão, em substituição do seu homólogo do Uganda, Yoweri Museveni.

    Seguir-se-á as intervenções da representante da União Africana para a Região dos Grandes Lagos, da enviada especial das Nações Unidas para esta região e do líder ugandês, Youeri Museveni, também presidente em exercício cessante do órgão.

    Após um breve intervalo os trabalhos prosseguem com a apresentação das recomendações da reunião do comité interministerial da CIRGL, a informação sobre a situação de segurança nos estados membros da zona e da conclusão do diálogo de Kampala, Uganda.

    Os lideres da CIRGL no decorrer dos trabalhos vão aprovar ainda o orçamento da organização correspondente a 2014/2015, bem como irão proceder à adopção do princípio de contribuição ao fundo especial para a reconstrução e desenvolvimento da instituição e o anúncio de novas contribuições .

    Antes de terminar o encontro será feita a leitura do comunicado final do secretariado executivo da CIRGL, moção de agradecimento e do discurso de encerramento, a ser proferido pelo líder angolano, José Eduardo dos Santos, já na qualidade de Presidente em exercício do órgão .

    A CIRGL foi criada após os conflitos políticos que marcaram a região dos Grandes Lagos, em 1994, cujo resultado marcou o reconhecimento da sua dimensão e a necessidade de um esforço concentrado com vista a promoção da paz e do desenvolvimento na região.

    Angola, Burundi, República Centro Africana (RCA), República do Congo, República Democrática do Congo (RDC), Quénia, Uganda, Rwanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia e Zâmbia integram este órgão regional.

    Os Grandes Lagos Africanos são um conjunto de lagos de origem tectónica, localizados na África oriental, que incluem alguns dos lagos mais profundos do mundo. A maior parte destes foi formada há cerca de 35 milhões de anos no Vale do Rift Ocidental, um dos ramos desta formação geológica que abrange a Etiópia, Quénia, Tanzânia, Uganda, Ruanda, Burundi, RD Congo, Malawi e Moçambique.

    A V Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da organização decorre sob o lema “Promovamos a paz, segurança, estabilidade e desenvolvimento da Região dos Grandes Lagos”. (portalangop.co.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Rússia vai diminuir produção de petróleo em 470 mil barris diários

    A Rússia vai reduzir a sua produção de petróleo em 471 mil barris por dia no final do segundo...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema