Domingo, Março 3, 2024
12.8 C
Lisboa
More

    UE e Austrália impasse nas negociações do acordo de livre comércio

    A União Europeia e a Austrália chegaram a um impasse nas negociações destinadas a fechar um acordo de livre comércio nesta semana, colocando um acordo em risco enquanto os parceiros lutam para consolidar cadeias de suprimentos críticas entre aliados.

    Representantes australianos encerraram as negociações em Bruxelas na terça-feira, depois que os dois lados não conseguiram chegar a um acordo sobre os pontos finais da discórdia. Os pontos críticos nas negociações incluem o acesso a algumas exportações agrícolas australianas, em particular carne bovina, de acordo com pessoas familiarizadas com as discussões.

    O ministro do Comércio australiano, Don Farrell, disse que os dois lados não conseguiram preencher a lacuna entre o que a UE estava oferecendo e o que os produtores e empresas australianos esperavam.

    “Estamos preparados para perseverar e persistir até obtermos o resultado certo tanto para a Austrália quanto para a Europa”, disse Farrell em Bruxelas, depois que as negociações foram concluídas sem um acordo.

    Os dois lados pretendiam concluir as negociações esta semana antes da cúpula da Otan em Vilnius, já que o primeiro-ministro australiano, Anthony Albanese, está na Europa para participar do encontro dos líderes. A Comissão Europeia, braço executivo da UE, queria encerrar as negociações antes das férias de verão.

    “Lamentamos não ter sido possível concluir nossas negociações com a Austrália esta semana”, disse a porta-voz da comissão, Miriam Garcia Ferrer, em comunicado. “Contamos com nossos parceiros australianos para trabalhar connosco para superar isso em breve. Nossa porta permanece aberta.” Ambos os lados concordaram em reiniciar as negociações em agosto.

    O revés ocorre num momento difícil, pois a Europa trabalha para expandir as suas relações comerciais para reduzir as dependências de certos países, incluindo a China, e consolidar alianças em meio à invasão da Ucrânia pela Rússia. As negociações começaram há mais de cinco anos e a UE é o terceiro maior parceiro comercial da Austrália em bens, depois da China e do Japão. A Austrália é o 18º maior da UE.

    A Austrália deixou claro desde que as negociações entraram numa nova fase no início de junho que estava insatisfeita com a oferta da UE de acesso ao mercado.

    Os dois blocos também vêm discutindo paralelamente um acordo de matérias-primas para ampliar o acesso às jazidas de lítio da Austrália, uma das maiores do planeta.

    O comércio de mercadorias entre a UE e a Austrália representou € 56,4 bilhões (US$ 62,1 bilhões) no ano passado.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Líder da Junta Militar do Chade anuncia candidatura depois do assassinato do líder da oposição

    O líder da Junta Militar do Chade, Mahamat Idriss Deby Itno, anunciou neste sábado, 2, a sua candidatura às...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema