Segunda-feira, Junho 24, 2024
29.1 C
Lisboa
More

    UE e Austrália assinam pacto de minerais críticos para diversificar cadeias de abastecimento

    A Austrália e a União Europeia chegaram a um acordo para aumentar a cooperação e o investimento em minerais críticos, parte de um esforço das nações ocidentais para afrouxar o controlo da China nas cadeias de abastecimento de materiais essenciais para a produção de alta tecnologia e a transição energética.

    Os ministros em Camberra e Bruxelas assinaram um memorando de entendimento na terça-feira, que será seguido pelo desenvolvimento conjunto de “ações concretas” ao longo dos próximos seis meses para melhorar a colaboração em projetos de minerais críticos.

    “A Austrália é um parceiro que pensa da mesma forma e um líder global quando se trata de matérias-primas críticas”, disse o Comissário Europeu para o Comércio, Valdis Dombrovskis, num comunicado. “Esta parceria marca um grande passo em frente nos nossos esforços para garantir um fornecimento mais sustentável de matérias-primas essenciais para a UE, ao mesmo tempo que promove o investimento na Austrália.”

    A EU e os Estados Unidos têm trabalhado nos últimos anos para estabelecer fontes alternativas de minerais críticos, como o lítio, o cobalto e o níquel, que são utilizados no fabrico de equipamentos, incluindo chips de computador, painéis solares e equipamento militar. A China controla actualmente grande parte do fornecimento, deixando a EU e os EUA potencialmente expostos a restrições à exportação, dada a intensificação da concorrência estratégica entre EUA, EU e a China.

    O acesso a materiais críticos tornou-se uma séria preocupação para a UE devido ao potencial da China para “armar” o seu domínio no sector.

    A Austrália possui vastos depósitos, em grande parte inexplorados, de vários minerais críticos e tem tentado desenvolver a sua indústria nacional através do financiamento de veículos e de incentivos fiscais, incluindo novas medidas anunciadas no seu orçamento de Maio.

    Ao abrigo do memorando de entendimento assinado na terça-feira, a Austrália e a UE procurarão aumentar o investimento em projetos minerais críticos, incluindo joint ventures, bem como cooperar em investigação e inovação.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Biden e Trump se enfrentam em primeiro debate na quinta-feira

    O primeiro debate entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump na corrida à Casa Branca, marcado...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema