Quarta-feira, Abril 17, 2024
20 C
Lisboa
More

    Tributo a Hage Geingob reúne Chefes de Estado em Windhoek

    Vários Chefes de Estado, como o Presidente angolano, João Lourenço, juntam-se este sábado, no Estádio da Independência, em Windhoek, na cerimónia fúnebre conferida ao estadista namibiano, Hage Geingob, falecido há vinte dias.

    Depois de velados, por toda a noite de sexta-feira e manhã deste sábado, nos Jardins do Parlamento, os restos mortais de Hage Geingob vão ser transladados para o Estádio da Independência, com vista às cerimónias oficiais finais de Estado, abertas ao público, proveniente de todo o país.

    Com início marcado para as 14H00 (13H00 em Angola), o programa vai ser assinalado com a entoação dos hinos da Namíbia e da União Africana, momento religioso com as igrejas Católica e Evangélica Luterana da Namíbia, mensagens do Presidente Interino do país, Nangolo Mbumba, assim como de Chefes de Estado e outros dignitários estrangeiros.

    No domingo, a cerimónia decorrerá das 10H00 às 12H00, tendo como ponto alto a deposição da urna no túmulo dos Heróis de Acre (Heroes’ Acre), em simultâneo com o disparo de 21 salvas de canhões, exibição aérea, entre outras acções.

    Angola participa nas cerimónias fúnebres com um contingente militar da Força Aérea Angolana (FAN), composto por 77 militares e oito aeronaves.

    Sexta-feira, durante largas horas, um número considerável de cidadãos namibianos e estrangeiros aglomeraram-se à beira das ruas de Windhoek por onde passou a procissão do corpo de Hage Geingob, do Palácio Presidencial para a Casa Rosalia, residência familiar, onde estavam a ex-primeira-dama Monica Geingob, filhos, parentes próximos e amigos.

    O Presidente interino e Comandante-em-Chefe das Forças de Defesa da Namíbia, Nangolo Mbumba acompanhou todo o trajecto da caravana com os restos mortais do falecido Estadista.

    Geingob foi o terceiro Presidente da Namíbia, país que se tornou independente em 1990, deixando de ser politicamente controlado pela África do Sul.

    Na sequência do passamento físico de Geingob, de imediato, foi empossado o seu vice-presidente, Nangolo Mbumba, como presidente interino até às eleições, marcadas para Novembro de 2024.

    Hage Geingob faleceu a 4 de Fevereiro, aos 82 anos, vítima de cancro. ADR/VIC

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Relação diz “que não há qualquer indício” de que António Costa tenha falado com Lacerda Machado sobre Sines

    O Tribunal da Relação de Lisboa não encontrou nos autos da investigação da Operação Influencer, que resultou na demissão...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema