Terça-feira, Julho 23, 2024
29.9 C
Lisboa
More

    Telemóveis inseridos no sistema Nacional de Saúde

    Um projecto de indicadores de qualidade de saúde através de telemóvel de baixa gama, mesmo sem recurso à Internet, foi apresentado esta quinta feira, em Luanda, pela Direcção Nacional de Saúde Pública.

    A apresentação do projecto “Aplicação de Tecnologia Baseada em celulares na produção de indicadores de qualidade da Saúde, uma abordagem a descentralização e municipalização do serviço de saúde” foi presidida pela vice-ministra para a saúde pública, Evelize Frestas.

    Este projecto vai ajudar a detenção precoce dos níveis de crescimento ou decréscimo de determinadas doenças, surtos, epidemias, stoks de medicamentos a determinado padrão e a consulta rápida dos dados nos centros de saúde dos municípios, permitindo saber a nível central o que se passa nos centros dos municípios e assim rapidamente poder-se tomar medidas de actuação.

    O início do projecto acontece na província do Huambo em Junho do corrente ano, com a recolha de dados sobre a malária, visto que esta província tem registado muitos casos dessa doença. Prevê estender-se em todo país no final do 2013.

    Mauro Filipe Bragança, um dos promotores do projecto, explicou que o serviço tem como objectivos específicos criar um sistema de base de dados nos municípios.

    O serviço será implementado através da tecnologia GPRS e o próprio telemóvel servirá de servidor, realçando que os celulares de baixa gama, mesmo sem recurso à Internet, terão acesso a este serviço.

    Mauro Bragança diz ainda que o sistema é uma mais valia para os serviços de saúde pública de Angola, pois é de baixo custo e elevada eficácia no terreno. Esta tecnologia está a ser implementada apenas em três países e vai permitir maior interface entre os serviço de saúde e a comunidade.

    Segundo o coordenador do programa nacional de luta contra a malária, Filomeno Fortes, é colocado um telemóvel com mapa de indicadores básicos a nível dos municípios e o responsável da saúde local semanal ou mensalmente envia os dados através da Internet para a área central do Ministério da Saúde que verifica se existe alguma rotura de medicamento em algum município, levando a actuação imediata das estruturas centrais.

    Fonte: Angop

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    EUA: Onde Kamala Harris se posiciona em relação às alterações climáticas e porque é que isto a torna vulnerável aos ataques de Trump

    A retirada de Joe Biden da corrida presidencial de 2024 — cedendo a semanas de pressão após um debate...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema