Terça-feira, Maio 21, 2024
14.8 C
Lisboa
More

    Suprema Corte dos EUA não decidirá por ora sobre pedido de Trump por imunidade em caso eleitoral de 2020

    A Suprema Corte dos Estados Unidos se recusou nesta sexta-feira a decidir imediatamente a alegação do ex-presidente Donald Trump de que ele não pode ser processado por tentar reverter sua derrota nas eleições de 2020, permitindo que um tribunal de primeira instância continue analisando a questão.

    Os juízes, rejeitando um pedido extraordinário do procurador especial Jack Smith, se recusaram a efetivamente ultrapassar um tribunal de recurso inferior, a fim de acelerar uma decisão final sobre a reivindicação de imunidade criminal de Trump antes do julgamento do ex-presidente.

    Os promotores acusaram Trump, o favorito à indicação presidencial republicana em 2024, de tentar obstruir o Congresso e fraudar o governo dos EUA por meio de esquemas para reverter a vitória do presidente democrata Joe Biden nas eleições de 2020.

    Trump argumentou que o caso deveria ser arquivado com o fundamento de que os ex-presidentes não podem enfrentar acusações criminais por conduta relacionada com as suas responsabilidades oficiais.

    A juíza distrital Tanya Chutkan rejeitou essa alegação em 1º de dezembro, o que levou Trump a recorrer ao Tribunal de Recursos para o Circuito do Distrito de Columbia. O recurso de Trump suspendeu o seu julgamento, atualmente marcado para março.

    Em uma tentativa de evitar o adiamento do julgamento de Trump, Smith pediu, em 11 de dezembro, a Suprema Corte a tomar uma decisão rápida — mesmo enquanto o tribunal do Circuito do Distrito de Columbia corre para decidir sobre a questão.

    Se Trump for reeleito para a Casa Branca em 5 de novembro, ele poderá tentar conceder perdão a si mesmo por quaisquer crimes federais.

    Os advogados de Trump opuseram-se ao pedido de Smith, dizendo aos juízes que a tentativa do procurador especial de contornar o processo normal de recurso equivalia a uma “corrida para decidir as questões com abandono imprudente”.

    Três dos nove juízes da Suprema Corte foram nomeados por Trump, que consolidou uma maioria conservadora de 6 a 3.

    Por John Kruzel

    Publicidade

    spot_img
    FonteREUTERS

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Presidente da República recebe PCA da TotalEnergies, enquanto produção de petróleo em Angola cai para 1,083 milhões bd

    O Presidente da República, João Lourenço, recebeu, esta segunda-feira, em Luanda, o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema