Terça-feira, Maio 21, 2024
19.5 C
Lisboa
More

    Selecção Nacional perde e compromete

    A Selecção Nacional de Angola qualificou-se para os quartos-de-final do torneio de repescagem sénior masculino de basquetebol aos Jogos Olímpicos de Londres, apesar da derrota diante da sua congénere da Nova Zelândia, por 64-68, com já desfavoráveis 26-40 no final da primeira parte. Angola, que terminou o grupo preliminar D na segunda posição, defronta amanhã a Rússia, primeira do grupo C.
    Na classificação final do grupo, Angola, Macedónia e Nova Zelândia terminaram empatadas, as três com cinco pontos, com vantagem para macedónios e angolanos, em função do seu melhor coeficiente de desempate. A Macedónia ocupou a primeira posição (166-146, 1,13 por cento), Angola em segundo (148-150, 0,98 por cento) e Nova Zelândia (130-148, 0,87).
    Partida atípica para Angola, que desde cedo não teve argumentos ofensivos para se desenvencilhar da defesa a zona dos neozelandeses e, mais do que isso, as baixas percentagens de finalização e a ineficácia nos lançamentos triplos, conduziram a equipa nacional para um jogo de sofrimento, daí a impotência para alterar o rumo da partida.
    O excesso de confiança, a falta de humildade, de concentração e um evidente desatino defensivo pesaram na manobra da equipa nacional angolana, que ao longo dos 40 minutos nunca conseguiu colocar-se em vantagem no marcador. Depois de um parcial de 0-7 nos primeiros cinco minutos, por incrível que pareça, Angola marcou o seu primeiro ponto aos 4:37 minutos de jogo.
    Angola ainda deu sinais de recuperação no primeiro quarto, em que terminou com uma desvantagem de dois pontos (12-14), mas foi “sol de pouca dura”, conquanto os passos seguintes foram muito tímidos e titubeantes e não permitiram encetar a ansiada recuperação.
    A vitória nos dois últimos quartos (26-18 e 12-10) foi insuficiente para construir um resultado final positivo. A derrota não compromete os objectivos de Angola na competição. O importante está feito e por tudo o que produziram até aqui, com pouco mais de um mês de preparação, merecem todo o destaque. Urge agora corrigir as vulnerabilidades defensivas e ofensivas para que amanhã o conjunto tenha outra postura em campo.
    Com a derrota de ontem, Angola passa agora a somar três derrotas (60-70, 70-73 e 64-68) e apenas uma vitória (95-73), no confronto directo com a Nova Zelândia.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Presidente da República recebe PCA da TotalEnergies, enquanto produção de petróleo em Angola cai para 1,083 milhões bd

    O Presidente da República, João Lourenço, recebeu, esta segunda-feira, em Luanda, o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema