Segunda-feira, Maio 20, 2024
13.9 C
Lisboa
More

    Selecção está renovada

    Com as entradas de Jorge Tati e Simão Santos (extremos), Miguel Kiala e Valdelício Joaquim (postes), que se estreiam na 26ª edição do Campeonato Africano das Nações (Afrobasket 2011), a Selecção Nacional Sénior Masculina de Basquetebol foi renovada em 33,3 por cento.
    Para a renovação nos decacampeões contribuíram, ainda que por opção técnica, as saídas dos extremos Carlos Almeida, Adolfo Quimbamba, Vladimir Ricardino e Filipe Abraão, todos ligados ao Clube Desportivo 1º de Agosto.
    Do referido lote de campeões, pois todos estiveram no Campeonato Africano disputado na Líbia, em 2009, Carlos Almeida, “ex-capitão” do combinado nacional, substituído na função por Joaquim Gomes “Kikas”, é entre os excluídos e os integrantes da actual selecção o mais titulado, com seis troféus no Afrobasket, de 1999 a 2009.
    Apesar de renovada, a equipa nacional de Angola parte para a prova de Antananarivo, a decorrer de 17 a 28 do corrente, com a ambição de revalidar o título e, consequentemente, garantir a qualificação para os Jogos Olímpicos de Londres 2012.
    Apostado na renovação do grupo, o francês Michel Gomez, seleccionador nacional, manteve no grupo 66,7 por cento dos atletas consagrados campeões continentais na Líbia.
    São no total oito os atletas medalhados ao serviço do combinado nacional. Joaquim Gomes, o mais internacional, detentor de cinco campeonatos ganhos e duas distinções como jogador mais valioso da prova (MVP), é o destaque do conjunto onde pontificam outros nomes sonantes do basquetebol angolano.
    Seguem-se Carlos Morais, Eduardo Mingas e Armando Costa, com três taças. Com dois triunfos estão Leonel Paulo e Felizardo Ambrósio, enquanto Milton Barros e Domingos Bonifácio têm um.

    A Selecção Nacional está inserida no Grupo B do Afrobasket, ao lado das congéneres do Chade, com quem joga na estreia, no dia 18, Senegal (dia 20) e Marrocos, último adversário na fase preliminar (dia 22).
    Madagáscar, Moçambique, Nigéria e Mali disputam o Grupo A, Costa do Marfim, África do Sul, Camarões e Egipto, o Grupo C, enquanto a Tunísia, Togo, República Centro Africana (RCA) e Ruanda  formam o Grupo D.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Os EUA pretendem remodelar as cadeias de abastecimento globais na Ásia, e a China contorna isso com investimentos em países asiáticos

    Os aumentos tarifários do presidente Joe Biden sobre uma série de importações chinesas são apenas as últimas medidas dos...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema