Terça-feira, Maio 28, 2024
14.8 C
Lisboa
More

    Seitas religiosas estimulam a violência

    (foto - angolabelazebelo)
    (foto – angolabelazebelo)

    O delegado do Ministério do Interior na Lunda-Norte, Gil Famoso, associou o aumento da violência doméstica na região à proliferação de seitas religiosas. O subcomissário Gil Famoso, que falava durante uma palestra realizada pela Procuradoria-Geral da República em coordenação com o Ministério do Interior, disse que muitas seitas religiosas promovem acusações de feitiçaria entre familiares e actuam em desacordo com as leis e costumes do país.
    O também comandante provincial da Polícia Nacional apontou a falta de energia eléctrica nos novos bairros suburbanos como um dos factores geradores de insegurança pública na província, ao dificultar o trabalho policial à noite.
    Entre Janeiro e Setembro deste ano, o Comando Provincial da Polícia Nacional registou 747 crimes de natureza diversa, 42 a mais em relação a igual período do ano passado. No total, 30 por cento dos casos têm a ver com violência doméstica.

    Crimes registados

    Durante os últimos cinco anos, a Polícia Nacional registou, na Luanda-Norte, 4.866 crimes e as autoridades migratórias repatriaram 167.720 imigrantes ilegais de diversas nacionalidades, 97 por cento dos quais da República Democrática do Congo.
    A Polícia Nacional identificou 19 rotas de penetração de imigrantes ilegais na província da Lunda-Norte, sendo uma internacional, que compreende os itinerários Bamako (Mali), Costa do Marfim, Burquina Faso, Bangui (República Centro Africana), Congo Brazzaville e República Democrática do Congo. Para entrar na Lunda-Norte, os oeste-africanos utilizam a fronteira entre Cuango e Caungula, devido à sua proximidade com as cidades de Brazzaville e Kinshasa.
    A situação da imigração ilegal na província da Lunda-Norte está associada ao garimpo, ao tráfico ilícito de diamantes, ao comércio ilícito e ao contrabando.
    “É importante que o Governo crie mecanismo de contenção, de forma a desencorajar os potenciais imigrantes ilegais a partir dos países de proveniência ou de trânsito”, salientou o comandante provincial da Lunda-Norte, subcomissário Gil Famoso. (jornaldeangola.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Palestinianos acusam Israel de “massacre” em ataques a deslocados em Rafah

    De acordo com as autoridades do Hamas, pelo menos 45 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no bombardeamento israelita...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema