Segunda-feira, Março 4, 2024
15.5 C
Lisboa
More

    São Tomé e Príncipe: IV Recenseamento Geral

    São Tomé – O Instituto Nacional de Estatística (INE) tem tudo preparado para a realização do IV Recenseamento Geral da População e da Habitação, que vai decorrer a 12 e 13 de Maio.

    A operação abrange todo o território nacional e obedece a «critérios de exaustividade e simultaneidade, tanto no que respeita aos indivíduos como aos alojamentos, por mais dispersos que se encontrem», comunicou o INE.

    A quantidade, tipo de habitação e o número da população, são as unidades estatísticas a observar.

    Neste censo, o país ficará a saber quantos cidadãos tem, onde vivem e como vivem. Para tal, foram necessários vários meses de preparação.

    Realizou-se uma experiência piloto nas localidades de Riboque e Micoló, que também serviu para testar o pequeno computador de mão, equipamento digital para a recolha e conversão de dados, que vai ser utilizado pela primeira vez neste recenseamento.

    Outra etapa importante consistiu na construção de uma base cartográfica censitária digitalizada, uma das etapas decisivas para a realização do recenseamento.

    Cantagalo, Caué e Lembá foram os distritos eleitos para arrancar com este tipo de cartografia, com vista à «actualização dos limites da estrutura administrativa e das áreas de supervisão e controlo, áreas de enumeração, sendo as zonas urbanas e rurais tomadas em consideração para o estabelecimento desta estrutura».

    Censos com cartografia digital têm, entre outras vantagens, a poupança de tempo e ganhos de produtividade, a redução de custos, bem como a melhoria na elaboração de políticas e partilha de dados.

    Para a concretização do processo foi necessário ainda formar agentes recenseadores.

    Numa ampla campanha de sensibilização, em parceria com os media locais e estrangeiros, cerca de 40 jornalistas e técnicos de diversos órgãos da Comunicação Social são-tomense participaram num atelier de capacitação e esclarecimento.

    Realizou-se ainda um concurso musical para encontrar o hino da campanha, que tem como lema «São Tomé e Príncipe conta consigo».

    O Banco Mundial, o Fundo das Nações Unidas para a População e o Brasil estão, entre os principais parceiros do país, na realização deste censo, cujos custos ultrapassam mais de meio milhão de dólares.

    O primeiro censo realizado em 1981 apurou uma população residente na ordem das 96.611 pessoas. No segundo, dez anos depois, foram recenseadas 117.504 residentes e, o terceiro, que teve lugar entre Agosto a Setembro de 2001, apurou um total de 136.125 habitantes em todo o território de São Tomé e Príncipe.

    Fonte: PNN

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Campos Neto diz que inflação de serviços é ponto de atenção e vê pressão de salários

    A inflação de serviços no Brasil é um ponto de atenção, com salários começando a “pressionar um pouco” os...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema