Sábado, Dezembro 9, 2023
16.7 C
Lisboa
More

    Professores e alunos regressam às aulas em Malanje

    Depois da pausa da quadra festiva, professores e alunos em Malanje retomaram hoje, terça-feira, ao convívio escolar, marcando, com isso, o início do segundo trimestre do ano lectivo 2022/2023 no ensino geral.

    Numa ronda efectuada pela ANGOP, foi possível constatar a presença de professores e estudantes nas escolas, ávidos em cumprir o calendário lectivo, que compreende 15 semanas de aulas.

    Entrevistados a propósito, alunos e encarregados de educações manifestaram-se contentes com o retorno às aulas e sublinharam o receio que tinham de uma eventual terceira fase da greve dos professores, entretanto suspensa.

    Apelaram ao bom senso da classe docente e ao contínuo diálogo com o Executivo, para que o “espectro” da greve não volte a ameaçar o curso normal das aulas e consequentemente comprometer o presente ano lectivo.

    Por sua vez, o director do Gabinete Provincial da Educação, Manuel Osório, garantiu que o retorno às aulas é uma realidade na região e aconselhou os pais e encarregados de educação a levar os seus educandos à escola.

    Frisou que as negociações entre o Ministério da Educação (MED) e o Sindicato dos Professores (SINPROF) vão prosseguir, com vista a atender as reivindicações da classe, lembrando que o Executivo já manifestou o interesse em resolver parte das reclamações.

    Disse que as 15 semanas lectivas que restam já se afiguram insuficientes para cumprir o calendário de aulas, daí ter desencorajado a terceira fase da greve, para não prejudicar os alunos.

    Responsável encoraja uso da escola digital

    Entretanto, Manuel Osório estimulou os pais, encarregados de educação, alunos, professores e gestores escolar a usar a plataforma xilonga.med.gov.ao, disponível na internet mediante prévio cadastramento, com vista a ter acesso grátis aos materiais didácticos, com enfoque para livros do ensino primário.

    Referiu que os directores municipais da educação estão orientados a baixar os materiais e disponibilizá-los aos pais e encarregados de educação em formato digital, para cobrir eventual défice de manuais físicos.

    A plataforma, lançada em Julho de 2022, dispõe ainda de outras ferramentas de aprendizagem como vídeo-aulas e rádio-aulas.

    A província de Malanje conta com 307 mil e 692 alunos matriculados no presente ano lectivo.

    Publicidade

    spot_img
    FonteANGOP

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Ameaças de Maduro à Guiana irritam Lula, mas Brasil tenta manter espaço de negociação

    As ameaças do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, à Guiana têm irritado o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema