Terça-feira, Maio 28, 2024
14.8 C
Lisboa
More

    Produção de crude com investimentos

    (DR)
    (DR)

    A produção angolana de petróleo atinge dois milhões de barris por dia já em 2015, anunciou o presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Francisco Lemos, em Porto Amboim.

    Em declarações aos jornalistas depois do baptismo da unidade flutuante FPSO CLOV, Francisco Lemos declarou que a sua previsão tem em conta os investimentos e projectos em curso.
    O presidente do Conselho de Administração da Sonangol declarou, em relação aos projectos que estão em curso, que a meta vai ser alcançada com a entrada em funcionamento do FPSO CLOV e de outras como a “Pólo Este” e “Mafumeira Sul”, cujos componentes vão ser construídos no Estaleiro Naval de Porto Amboim (PAENAL).
    O FPSO CLOV é uma das maiores unidades flutuantes de produção, armazenamento e descarga que vai operar a partir de 14 de Janeiro no bloco 17, ao largo da costa angolana, a 140 quilómetros a nordeste de Luanda, e compreende um sistema complexo de instalações submarinas que têm, entre outras, a função de regular os sistemas anti-fogo e de separação do crude da água e do gás.
    Francisco Lemos considerou o ano de 2013 como um período de “muito trabalho”, devido às inúmeras realizações operadas pelo sector, algo que prometeu descrever à comunicação social em Fevereiro, quando a companhia apresentar um balanço anual das suas actividades.
    O responsável caracterizou, entretanto, o ano, como aquele em que o “desafio maior” foi assegurar que os projectos em curso e em carteira terminassem, para não comprometer metas traçadas para o ano de 2015.
    Angola é actualmente o segundo maior produtor de petróleo na África subsaariana, logo a seguir à Nigéria, com cerca de 1,7 milhões de barris/dia, e o objectivo confesso era, até agora, o de atingir dois milhões em 2017, depois de anteriormente já ter sido equacionado o ano de 2015.
    O crude representa 97 por cento das exportações, 80 por cento da receita fiscal e perto de metade do Produto Interno Bruto (PIB).
    Francisco Lemos revelou que, actualmente, estão em formação 500 novos bolseiros no Reino Unido e nos Estados Unidos, e acrescentou que estão a ser seleccionados outros 500 candidatos para as especialidades de geociências e de engenharias.
    Para estas bolsas inscreveram-se sete mil candidatos, dos quais, na primeira fase, foram aprovados cerca de dois mil.
    A Sonangol desenvolve uma política autónoma de formação de quadros destinada a criar competência nacional nesse domínio. (jornaldeangola.com)

    por Manuel Tomás

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Palestinianos acusam Israel de “massacre” em ataques a deslocados em Rafah

    De acordo com as autoridades do Hamas, pelo menos 45 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no bombardeamento israelita...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema