Sábado, Abril 20, 2024
22.6 C
Lisboa
More

    Primeiro-ministro do Lesoto denuncia golpe de Estado

    (Foto de Alexander Joe/AFP)
    (Foto de Alexander Joe/AFP)

    O primeiro-ministro do Lesoto, Thomas Thabane, afirmou neste sábado que fugiu de seu país para escapar de um golpe de Estado militar, embora o exército tenha negado tentar derrubar o governo deste reino montanhoso do sul da África.

    “Fui deposto, não pelo povo, mas pelas forças armadas, e isso é ilegal”, declarou Thabane à BBC. “Cheguei à África do Sul nesta manhã e não irei embora enquanto minha vida estiver em perigo”, acrescentou.

    O exército tomou o controle do quartel-general da polícia e da residência do primeiro-ministro na capital, Maseru, na manhã deste sábado, antes de se retirar ao meio-dia, disse à AFP o ministro dos Esportes, Thesele Maseribane.

    “O chefe (militar) disse que me procurava, que procurava o primeiro-ministro e o vice-primeiro-ministro para nos levar perante o rei. Em nosso país, isso significa um golpe de Estado”, explicou o também chefe do Partido Nacional de Basoto (BNP).

    No entanto, o porta-voz do exército, o comandante Ntele Ntoi, negou as acusações, ao afirmar que apenas desarmou a polícia, antes de retornar aos quartéis.

    “Não houve nem nunca haverá um golpe em Lesoto realizado pelos militares”, disse o porta-voz à rede sul-africana ANN7.

    “O exército se lançou em uma operação para desarmar a polícia que, segundo informações recolhidas por seus serviços, se preparava para armar alguns partidos políticos em Lesoto”, afirmou o porta-voz.

    Membros armados das forças de segurança dirigiam carros da polícia na capital durante a tarde, constatou a AFP.

    Frágil coalizão

    O Lesoto, formado em grande parte por altas colinas, é um país muito pobre de dois milhões de habitantes, membro da Commonwealth, que fornece ao seu grande vizinho sul-africano água e electricidade produzida em suas montanhas.

    A África do Sul advertiu neste sábado que não tolerará o aparente golpe de Estado, enquanto a Commonwealth convocou os militares a devolver o poder ao governo.

    O reino, que conta apenas com fronteiras com a África do Sul, é governado por uma frágil coalizão desde 2012, formada pelo All Basotho Convention (ABC) de Thabane, pelo Congresso de Lesoto para a Democracia (LCD) e pelo BNP.

    “Desde as últimas eleições, a coalizão tinha problemas para trabalhar e o primeiro-ministro era muito criticado por seu autoritarismo”, comentou uma fonte diplomática ocidental.

    Maseribane acusou o vice-primeiro-ministro Mothetjoa Metsing, líder do LCD, de estar envolvido na tentativa de tomada de poder, embora um assessor de Metsing tenha afirmado à AFP que ele estava fora de Maseru em um enterro e não estava ciente do ocorrido.

    Em Junho, o primeiro-ministro suspendeu o Parlamento, com o aval do rei Letsie III, para evitar uma eventual moção de censura de seu sócio governamental, LCD, com outros partidos.

    A violência é recorrente na história política recente do país, que conquistou sua independência do Reino Unido em 1966.

    Em 1986, o regime segregacionista sul-africano apoiou um golpe de Estado para evitar que se convertesse em base de militantes anti-apartheid.

    Em 1997, o exército invadiu o quartel-general da polícia em Maseru para colocar fim a um motim.

    No ano seguinte, depois de violentos distúrbios relacionados às eleições, África do Sul e Botsuana lançaram uma operação armada que devastou parte da capital. (afp.com)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Terminam audiências de julgamento por escândalo ‘Panama Papers’

    As audiências do julgamento por suposta lavagem de dinheiro contra os fundadores do extinto escritório de advocacia panamenho Mossack...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema