Quarta-feira, Maio 29, 2024
17.8 C
Lisboa
More

    Presidente moçambicano preocupado com o conflito político-militar

    O Presidente de Moçambique Armando Guebuza. (Reuters/Grant Lee Neuenburg)
    O Presidente de Moçambique Armando Guebuza.
    (Reuters/Grant Lee Neuenburg)

    O Chefe de Estado moçambicano, Armando Guebuza, falou esta manhã à Nação. No seu discurso, o presidente mostrou-se preocupado com o conflito político-militar que grassa no país há já vários meses e declarou-se aberto ao diálogo para pôr fim à crise.

    “Queremos aqui reafirmar a nossa incondicional predisposição em nos encontrarmos com o Sr. Afonso Dhlakama para o diálogo” afirmou o Presidente Armando Guebuza perante os deputados, declarando todavia que “Não se pode promover a democracia, sem se ser democrata, sem se acreditar na democracia”. Refira-se que estas palavras pronunciadas pelo chefe de Estado Moçambicano no seu discurso anual sobre o estado da Nação não foram ouvidas pelos deputados da Renamo que abandonaram o recinto no momento da sua intervenção.

    Preocupação é também o estado de espírito de alguns operadores económicos do país que sofrem o impacto directo da instabilidade político-militar vigente essencialmente no centro de Moçambique. Atravessar aquela região por via terrestre tornou-se perigoso e são cada vez menos as pessoas a escolher esta opção, o que acaba por ter custos para o sector do transporte de passageiros. A LTM, Linhas Terrestres de Moçambique, revelou recentemente que se encontra numa situação tão difícil que em breve poderia abrir falência. Subhan Mustafá, sócio e director administrativo da empresa, evocou connosco as consequências da instabilidade sobre a sua actividade.

    Ao referir que as outras empresas trabalhando no sector do transporte tanto de passageiros como de mercadorias conhecem dificuldades, Subhan Mustafá, tece advertências sobre as consequências que a crise pode ter a médio prazo para a economia de Moçambique, mas sobretudo, num aspecto mais imediato, da conta das condições perigosas nas quais a LTM está actualmente a trabalhar, uma vez que de acordo com este responsável, a protecção não é suficiente. (rfi.fr)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola: Indícios de escândalo financeiro abalam Administração Geral Tributária

    Processos de investigação criminal na Administração Geral Tributária (AGT) em Angola, com detenções por suspeitas de corrupção na província...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema