Segunda-feira, Julho 15, 2024
23.1 C
Lisboa
More

    População angolana aumenta em flecha

    Estimativas recentes indicam que Angola tem 20,9 milhões de habitantes, revelou ontem o coordenador do Centro de Estudos e Pesquisas da Escola Nacional de Administração Pública, José Ribeiro.
    De acordo com José Ribeiro, os dados têm em conta o registo eleitoral de 2008.
    Em declarações à imprensa, no seminário sobre “Contribuições para uma Política Pública de População, Povoamento do Território e Desenvolvimento Integrado”, que ontem encerrou, o responsável referiu que o crescimento populacional é de 2,85 por cento ao ano.
    Estes dados estão muito acima das estimativas anteriores de que Angola tinha dezasseis milhões de habitantes.
    O coordenador do Centro de Estudos e Pesquisas da Escola Nacional de Administração Pública revelou que existem 500 mil estrangeiros em situação legal.
    José Ribeiro acrescentou que o Programa Nacional de Censo Populacional começa a 16 de Junho de 2013, sublinhando que as autoridades angolanas e os cidadãos estão mais próximos de saber exactamente quantos são. “Até lá temos de nos restringir a estimativas”, frisou.O responsável referiu que estão em curso algumas actividades e o Executivo já aprovou o projecto e o orçamento para a realização do recenseamento populacional.
    Grande parte da população angolana vive nos centros urbanos e a capital suporta a a maior pressão populacional. De acordo com alguns responsáveis, em Luanda vive um terço da população angolana, o que constitui um número bastante elevado para uma cidade preparada para quinhentos mil habitantes. A guerra que durante muitos anos devastou o país e as assimetrias regionais são apontadas, por alguns especialistas na matéria, como as principais causas do elevado índice populacional na capital angolana. Luanda é hoje o  “El dourado” para um grande número de  angolanos, já muitos conseguem encontrar na capital condições de sobrevivência que não existem noutras regiões do país. Especialistas consideram que as autoridades angolanas devem adoptar políticas no sentido de incentivar os quadros e técnicos a trabalharem no interior.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Trump é retirado de comício na Pensilvânia após disparos

    O ex-presidente americano Donald Trump, candidato à reeleição, foi retirado do palco neste sábado durante um comício na Pensilvânia,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema