Segunda-feira, Junho 24, 2024
19.8 C
Lisboa
More

    Polícia apela à adesão dos seus efectivos

    O chefe da Comunicação e Imagem do Cofre de Previdência do Pessoal da Polícia Nacional, Francisco Silva, assegurou no sábado, em Luanda, que a associação mutualista de utilidade pública constitui uma garantia para os efectivos da corporação.
    Francisco Silva, que abordou com os jornalistas as estratégias e as vantagens da adesão ao Cofre de Previdência, salientou que o grande objectivo da associação é a criação de fontes alternativas para resolução dos problemas fundamentais dos agentes.
    Reconheceu que, apesar de Angola ter sido apontado como um dos países com maiores índices de crescimento económico, os níveis de pobreza são ainda visíveis. Por esse facto, a acção do Cofre deve fazer-se sentir, para acudir a situações em que o salário não serve para solucionar casos graves.
    O responsável do sector de comunicação e imagem citou como benefícios à disposição dos associados os empréstimos internos.
    O Cofre de Previdência assinou protocolos com alguns bancos, para permitir que o associado que recorre ao empréstimo bancário desfrute de taxas mais baixas em relação aos geralmente praticados.
    De acordo Francisco Silva, o associado pode habilitar-se a créditos para habitação, automóvel e consumo, este último um pacote fornecido aos filiados que pretendam reparar imóveis, comprar electrodomésticos ou tenham outras necessidades. Beneficiam, igualmente, de subsídio de reforma por invalidez, velhice ou morte, além do da maternidade, vivência e outros, que serão brevemente implementados.
    O oficial da Polícia Nacional pediu aos efectivos da corporação para formalizarem os seus processos, no sentido de poderem usufruir dos seus direitos.

    Fundado em 1933, o Cofre de Previdência, uma associação autónoma do ponto de vista financeiro e patrimonial, é constituída pelo pessoal da polícia e membros das Forças Armadas que prestam serviço à Policia Nacional.
    Conta actualmente com 97 mil associados e tem como objecto social a protecção complementar do filiado.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    China e União Europeia concordam em manter negociações sobre tarifas de veículos elétricos

    A China e a União Europeia concordaram em iniciar negociações sobre os planos da UE de impor tarifas sobre...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema