Segunda-feira, Julho 22, 2024
18.8 C
Lisboa
More

    Órgãos do Ministério do Interior conquistam mais operatividade

    As transformações operadas no Ministério do Interior em 2011, fundamentalmente no que diz respeito à movimentação dos seus quadros, visaram conferir aos seus órgãos maior operatividade e operacionalidade, “sempre no sentido de colocar o homem certo no lugar certo”, refere o ministro do Interior, numa mensagem dirigida aos efectivos por ocasião da passagem de ano.
    De acordo com a mensagem, “foi grandioso o empenho dos membros do Ministério do Interior no cumprimento do dever”, que não pouparam esforços para que, no essencial, fossem alcançados os objectivos preconizados. “Pelo profissionalismo demonstrado, o efectivo granjeou respeito e estima, factor catalisador para o estímulo aos desafios do futuro”, lê-se no documento, citado pela Angop.
    Sebastião Martins realça que com o plano de estabilidade e desenvolvimento para o período de 2009/2012, que vem sendo aplicado quer em meios, quer no asseguramento da formação académica e técnico-profissional dos efectivos, nos mais variados domínios, almejam atingir de forma positiva a posição que o momento político e social impõe.
    “Estamos convictos que este ano de 2012 estaremos rejuvenescidos e fortificados para o cumprimento das atribuições que nos foram acometidas, com base nas experiências acumuladas no decorrer do ano transacto”, referiu.
    O ministro do Interior saudou todos os chefes aos distintos níveis, os oficiais comissários, oficiais superiores, subalternos, sargentos, agentes, trabalhadores civis e, muito especialmente, todo o pessoal aquartelado pelo sacrifício empregue no asseguramento da paz e tranquilidade da quadra festiva.

    Combate à criminalidade

    “Ciente de que o cumprimento, com êxito, de mais esta missão, eleva bem alto o nome desta instituição da qual sempre nos devemos orgulhar, aproveito a oportunidade para render uma singela homenagem a todos aqueles que pereceram no cumprimento do dever”, concluiu Sebastião Martins.
    O delegado provincial do Ministério do Interior no Moxico, Filipe Barros Espanhol, disse no Luena que o combate à criminalidade e o controlo da fronteira terrestre e fluvial constam entre as acções prioritárias para este ano.
    O também comandante provincial da Polícia Nacional referiu que em 2012 todas as atenções vão ser dirigidas para o combate enérgico aos membros da corporação das distintas estruturas do Ministério do Interior que põem em causa a imagem e o bom nome do Ministério do Interior.
    Filipe Barros Espanhol anunciou que o Ministério do Interior no Moxico vai apostar ainda no fortalecimento dos planos de protecção contra incêndios, fiscalização das actividades económicas através da aplicação das normas de inspecção e garantir as condições sociais dos reclusos a todos os níveis.
    Relativamente às eleições gerais de 2012, disse que os efectivos do Ministério do Interior no Moxico vão ter novos e decisivos desafios para a manutenção da democracia, o que exige da Polícia Nacional mais responsabilidades na garantia da ordem e tranquilidade públicas durante todo o processo eleitoral.

    Obras no Cunene

    O delegado do Interior na província do Cunene, comissário Manuel Gouveia, anunciou , em Ondjiva, a construção de sete novas infra-estruturas em 2012, com vista a permitir melhorar e garantir dignidade de trabalho dos efectivos. O comissário, que falava na cerimónia de final de ano, disse que das infra-estruturas a serem construídas no âmbito do programa de investimento público constam a construção de uma penitenciária em Ondjiva, centro de retenção de estrangeiros ilegais, dois quartéis de bombeiros em Xangongo e Cuvelai, três esquadras policiais nas localidades de Calueque, Santa Clara e Ondjiva.
    Manuel Gouveia referiu que durante o ano passado, foram inaugurados três postos policiais em Canganda, Onahumba e Santa Clara, e uma esquadra canina, num esforço conjunto entre o Governo Provincial e a Direcção Nacional das Alfândegas. Estas acções visam elevar os níveis de actuação policial com vista ao combate à criminalidade e garantir o bem-estar das comunidades, referiu Manuel Gouveia.

    Fonte: JA

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Trump diz que Kamala Harris será mais fácil de derrotar do que Biden

    O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, disse à CNN neste domingo que acha que será...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema