Domingo, Abril 21, 2024
17.5 C
Lisboa
More

    Onda de atentados a bomba sacode Bagdá

    Uma série de atentados a bomba em Bagdá, na manhã desta quinta-feira, provocou a morte de pelo menos 57 pessoas e ferimentos em ao menos 176, anunciaram autoridades iraquianas. No total, 11 explosões distintas foram ouvidas em diversos bairros em todas as regiões da cidade.

    Os ataques acontecem em um momento delicado da política do país, em que sunitas e xiitas enfrentam uma crise para estabilizar o governo, poucos dias após a saída definitiva das tropas americanas do solo iraquiano, no domingo. A retirada pôs fim a quase nove anos de guerra, mas deixou muitos iraquianos temerosos de que uma paz instável entre a maioria xiita e os sunitas entre em colapso, reacendendo a violência inter-confessional.

    As explosões não visaram instituições públicas ou postos de polícia, mas atingiram sobretudo escolas, trabalhadores e a agência iraquiana anticorrupção, segundo informou o general Qassim Atta, porta-voz da segurança pública em Bagdá. Policiais cercaram os locais atingidos e fazem o resgate dos feridos. Helicópteros sobrevoam as zonas atingidas.

    A crise política na coalizão de governo iraquiana se intensificou nos últimos dias. O primeiro-ministro Nouri al-Maliki pediu ao Curdistão que entregue o vice-presidente sunita Tarek al Hachemi, visado por um mandado de prisão por terrorismo. O vice-presidente nega as acusações contra ele e acusa Maliki de ter se aliado ao regime xiita do Irã.

    A minoria sunita, dominante no Iraque durante o regime do ex-ditador Saddam Husseim, se sente marginalizada desde que os xiitas chegaram ao poder logo após a invasão americana de 2003. No parlamento iraquiano, os sunitas formam a segunda maior bancada com 82 deputados, contra 159 representantes de partidos xiitas. Denunciando a “ditadura Maliki”, os deputados sunitas decidiram esta semana boicotar os trabalhos legislativos.

    O vice-primeiro-ministro sunita Saleh Moutlak chegou a se referir a Maliki como um “ditador pior do que Saddam Hussein”. Maliki ameaça substituir os nove ministros sunitas na coalizão de governo se os deputados do partido Iraqiya continuarem boicotando o governo.

    O presidente do parlamento iraquiano, Ossama al-Noujaifi, anunciou a realização de uma reunião de urgência, nesta sexta-feira, para discutir os problemas de segurança e avanços na crise política.

     

     

    Fonte: RFI

    Foto: Reuters

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Ataque aéreo causa pelo menos nove mortos em Rafah

    Nove pessoas morreram em ataque aéreo em Rafah, seis delas crianças. O exército israelita anunciou que matou dez combatentes...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema