Segunda-feira, Junho 24, 2024
25.6 C
Lisboa
More

    O semba de Bangão “Farra no Musseque”

    Os músicos Bangão e Eddy Tussa, referências de duas gerações do semba, cruzam-se este sábado no palco do Centro Recreativo e Cultural “Jabumba”, no bairro Golfe, em Luanda, em mais uma edição do projecto “Farra no Musseque”.
    Acompanhado pela banda Jabumba, Bangão disse ontem ao Jornal de Angola que vai interpretar seis temas do seu vasto reportório, constantes nos seus dois álbuns no mercado “Sembele” e “Cuidado”.
    “Durante a minha actuação vou cantar os temas ‘Sembele’, que dá título ao meu primeiro disco, ‘Malamba’, ‘Kibuikila’, ‘Kakixaka’, ‘Dioguito, e ‘Kavenkenken’ que são as minhas músicas de eleição para essa actividade”, disse.
    Eddy Tussa, da nova geração do semba, vai interpretar músicas do seu disco de estreia, “Izenu Mutale”, e temas como “Jivunda”, uma versão da original de Miró Ribas, “Eme ngi soba ”, uma roupagem da original de André Mingas, e “Vizinha Maria” estão entre os seleccionados para o espectáculo deste sábado.
    Bernardo Jorge Martins Correia “Bangão” exímio intérprete de semba, que nas suas canções conta também com algumas das ocorrências do quotidiano angolano, venceu a primeira edição de “Semba de Ouro”, promovida pela União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC), com a canção “Kangila” (pássaro).
    O artista tem sido igualmente alvo de várias distinções, como o prémio “Liceu Vieira Dias”, pelo tema “Kibuikila”, os prémios para Música do Ano, Voz Masculina do Ano e Preservação, do Top Rádio Luanda, em 2003, com o tema “Fofucho”, e o “Top dos Mais Queridos”, da Rádio Nacional de Angola, em 2005. “Bangão” pisou pela primeira vez um palco em 18 de Outubro de 1978, como elemento dos Gingas Kakulo Kalunga, mas começou a sua carreira artística quatro anos antes, com o grupo “Tradição”. Em 1996, venceu o prémio “Liceu Vieira Dias” com o tema “Kibuikila” (Peste), acompanhado pela Banda Movimento, para a qual entrou, como vocalista, em 1999.
    Eddy Tussa iniciou a sua carreira musical muito cedo. Aos 13 anos de idade começou a mergulhar no mundo da música. Mas foi aos 17 que tudo começou a ficar mais sério, quando cantou na banda de Hip Hop Warrant B, o que ele considera ter sido uma experiência fantástica.

    O projecto “Farra nos Musseques” começou no dia 3 de Maio de 2008 e pelo palco do Jabumba já passaram as bandas Jovens do Prenda, Kiezos, Movimento, Versáteis, Akapaná, e Kimbambas do Ritmo. Os músicos Lulas da Paixão, Yuri da Cunha, Puto Português, Don Caetano, Eduardo Paím, Ricardo Lenvo, Augusto Xakayá, Mamukuenu, Bangão, Matias Damásio, Heavy C, Calabeto e Esmeralda também já emprestaram o seu talento ao projecto.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Costa do Marfim, Namíbia e Africa do Sul estão na mira das grandes petrolíferas, à medida que a exploração offshore se intensifica

    À medida que as grandes empresas petrolíferas retornam à exploração offshore, as águas profundas da África Ocidental se...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema