Domingo, Abril 21, 2024
17.5 C
Lisboa
More

    Números da inflação são baixos

    Executivo conseguiu atingir o objectivo preconizado para a inflação em 2011, indica o comunicado do Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola, sublinhando que a taxa situou-se em 11,38 por cento, muito abaixo de 15,31 por cento registado em 2010.

    Na sua primeira reunião do ano, realizada na sexta-feira, que avaliou a evolução dos principais indicadores macroeconómicos de 2011 e o comportamento recente dos mercados monetário e cambial, o Comité de Política Monetária concluiu que as classes de alimentação e bebidas não-alcoólicas, vestuário e calçados e hotéis, cafés e restaurantes foram as que mais contribuíram para a inflação, ao longo do ano passado.

    O comité analisou, igualmente, a evolução dos mercados monetário e cambial. No primeiro, observou-se o comportamento das taxas de juro do mercado interbancário (LUIBOR) e as taxas aplicadas nas operações de crédito e depósitos.

    A LUIBOR (Luanda Interbank Offered Rate) é a média resultante das taxas de juro cobradas pelos bancos comerciais nas operações entre si. A taxa se situa entre aquela cobrada pelo Banco Nacional de Angola na sua facilidade de cedência de liquidez (empréstimos às instituições financeiras) e a oferta pela facilidade de depósitos.
    Na reunião de sexta-feira, o Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angolaconcluiu que a LUIBOR, em todas as suas maturidades, manteve-se estável ao longo do período analisado. As taxas de juro activas praticadas pelos bancos comerciais nas operações de crédito apresentaram uma tendência de redução, em linha com o observado com a taxa de inflação.
    No comunicado, o Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola afirma, também, ter registado estabilidade no mercado cambial, tendo a taxa de câmbio média do mercado primário variado em torno dos 2,8 por cento, inferior à registada em 2010.

    A estabilidade cambial verificou-se, igualmente, nos mercados secundário e informal, segundo o comunicado do Comité da Política monetária. Em função da análise feita aos indicadores macroeconómicos, que inclui a evolução recente e perspectivas da economia angolana e internacional, o Comité de Política Monetária do BNA decidiu reduzir a Taxa Básica de Juro (Taxa BNA) para 10,25 por cento.

    A redução da Taxa BNA, que no mês passado esteve fixada em 10,50 por cento, indica um curso expansionista da política monetária, uma vez que o Banco Central prevê uma diminuição da inflação a curto prazo.

    Uma subida da Taxa BNA é sinal restrição da política monetária e indica que o Banco Central tem em vista um cenário de aumento geral dos preços, que pode pôr em causa a meta de inflação estabelecida pelo Executivo.
    Com a Taxa BNA, o Banco Central procura, com maior eficácia, influenciar e contribuir para a estabilidade dos preços na economia, além de sinalizar a orientação da política monetária. A próxima reunião do Comité de Política Monetária tem lugar no dia 27 de Fevereiro próximo.

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Ataque aéreo causa pelo menos nove mortos em Rafah

    Nove pessoas morreram em ataque aéreo em Rafah, seis delas crianças. O exército israelita anunciou que matou dez combatentes...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema