Segunda-feira, Maio 20, 2024
13.9 C
Lisboa
More

    Nova lei de bases garante mais investimentos

    A nova Lei de Bases sobre Investimento Privado, que entra em vigor nos próximos dias, garante maior celeridade na tramitação dos processos de investimento privado, afirmou em Luanda o presidente da Comissão de Reestruturação da Agência Nacional Para Investimento Privado (ANIP), Aguinaldo Jaime.
    Falando sobre investimentos em Angola, num encontro com empresários angolanos e estrangeiros, realizado na quinta-feira, Aguinaldo Jaime disse que a nova lei permite investimentos inferiores a um milhão de dólares, mas o investidor não beneficia de incentivos.
    “A lei não diz que não são permitidos investimentos com menos de um milhão de dólares, mas para que o investimento goze de facilidades e de incentivos tem que ter alguns requisitos, entre os quais este valor mínimo”, disse o presidente da Agência Nacional para Investimento Privado.
    Para as empresas que investirem mais de um milhão de dólares, sublinhou, a lei harmoniza a questão dos incentivos fiscais e aduaneiros com o desagravamento das bases tributárias dos impostos de selo, predial urbano, industrial, consumo, entre outros.
    Pretende-se deste modo garantir a celeridade da tramitação dos processos de investimento privado, suprimindo-se etapas de burocracia, acrescentou.
    Aguinaldo Jaime afirmou que “havia uma pressão sobre a balança cambial do país, devido à transferência de dividendos e à queda das receitas das exportações resultantes da crise internacional”.
    Esta situação, disse, impulsionou o incumprimento das leis cambiais por parte de muitos operadores económicos, transferindo avultadas quantias para o exterior.

    Aos presentes, Aguinaldo Jaime lembrou que por força de um regime que muitos consideram generoso em matéria de incentivos, houve investidores que, tendo investido 100 a 200 mil dólares, depois de um ano apressavam-se a solicitar a transferência de dividendos na ordem de milhões.
    O presidente da Agência Nacional para o Investimento Privado falou, igualmente, da evolução da economia angolana, realçando o esforço do Executivo para atrair cada vez mais investimentos para o país. Aguinaldo Jaime acredita que o interesse em investir em Angola vai manter-se muito elevado, acrescentando que nos últimos anos tem aumentado o índice de confiança dos investidores.
    O responsável da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, Miguel Fontoura, defendeu a aposta na qualificação dos nacionais. Considerou igualmente crucial a diversificação da economia, com investimentos no sector agro-industrial, infra-estruturas, entre outros sectores prioritários para o desenvolvimento do país.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Os EUA pretendem remodelar as cadeias de abastecimento globais na Ásia, e a China contorna isso com investimentos em países asiáticos

    Os aumentos tarifários do presidente Joe Biden sobre uma série de importações chinesas são apenas as últimas medidas dos...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema