Terça-feira, Março 5, 2024
10.7 C
Lisboa
More

    Nomeados novos conselhos de Administração da ENE e EDEL

    O Conselho de Ministros, presidido pelo titular do Poder Executivo, José Eduardo dos Santos, aprovou na sua 4ª Sessão Ordinária, a nomeação dos Conselhos de Administração da Empresa Nacional de Electricidade (ENE-EP) e da Empresa Distribuidora de Electricidade de Luanda (EDEL – EP).

    Assim, passam a integrar o Conselho de Administração da ENEEP, José Carlos Santos Neves, como presidente, e José de Jesus Marinho, Júlio Capitango, Judith de Nazaré dos Santos Lemos Rosas e Euclides Morais de Brito, na qualidade de administradores.

    Já o Conselho de Administração da Ireneu Mujoco Enviado à Bibala EDEL é presidido por Hélder de Jesus Garcia Adão, tendo como administradores Ruth do Nascimento Cardoso, Armando João, Maria Alberto Mendonça da Silva e Maria Clara Graça Vieira de Andrade e Carvalho Sanches.

    Por outro lado, o órgão consultivo do Presidente da República aprovou programas de reestruturação destas duas empresas e também da EPAL com vista a melhorar a eficiência na prestação de serviços por parte destas empresas públicas.

    Foi entendimento do Conselho de Ministros que o alcance de uma maior qualidade na prestação de serviços aos consumidores passa pela reorganização interna destas empresas, da capacitação e responsabilização dos seus recursos humanos, do aumento da base de receitas próprias e da realização de novos investimentos em infra-estruturas.

    O Conselho de Ministros aprovou igualmente nesta sessão de trabalhos os contratos de empreitada para a construção de subestações de 60/15 KV, nas zonas do Golf (Bairro 28 de Agosto), da ENCIB (Camama), da Chicala, de Cacuaco (Vila), da Avenida Comandante Jika e da Sapú.

    Estes contratos estão contemplados no programa do Executivo de aumento de oferta de energia eléctrica às populações.

    FONTE: O País

    Publicidade

    spot_img

    1 COMENTÁRIO

    1. Essa Empresa Nacional de Electricidade ENE EP, está prejudicar ou vai prejudicar o processo eleitoral na Provincia de Benguela, tem Muitos problemas de fornecimento de Energia Electrica, e tambem não Paga alguns subsidios dos trabalhadores, O subisidio de Despacho é d 25% sobre o salario base, os Despachadores do Lobito não recebem desde q foi aprovado, existe uma grande diferença salarial de mas de 50% entre ENE EP, e as EDEL E GAMEK, a ENE está no esquecimento por está razão há fuga dos funcionarios da ENE para EDEL, 0s chefe da ENE Lobito sói pensão a eles mesmos, só devemos a gradecer por este novo Ministro de Energia e Aguas q mto tem feito em pouco tempo. Por isso essa nova admistração tambem ñ resolverá nada a ñ ser q venha toda da EDEL.

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Emirados Árabes Unidos convocarão uma reunião sobre financiamento climático em preparação para a COP29

    Os Emirados Árabes Unidos reunirão representantes dos países e líderes de instituições financeiras globais numa reunião especial em junho,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema