Terça-feira, Maio 21, 2024
19.5 C
Lisboa
More

    “Mulheres Sábias” querem orgulho na história

    Descobrir a verdadeira história de África e fazer com que os africanos se sintam orgulhosos na sua identidade são algumas das razões de um projecto recentemente iniciado em Luanda.

    “ Afidika: Nzo Yeto, Bukisi Beto” (África: nossa casa, nosso Lar), é o tema do projecto filmográfico que teve abertura no passado 14 de Junho.

    O projecto é organizado pela Bankento’a Ngangu, mulheres sábias na língua nacional kikongo,  constituído por duas juristas e uma promotora cultural.

    O programa estriou-se com a exibição da curta-metragem “África – Uma História Rejeitada”, do realizador Jason Williams gravado em 1995. A película narra a forma como “a história do Continente Africano foi manipulada, em benefícios de outros povos”.

    “Afidika: Nzo Yeto, Bukisi Beto” (África: nossa casa, nosso Lar), visa analisar os aspectos tradicionais, identitários e históricos do continente berço das humanidade.

    De acordo com uma das responsáveis projecto, Helga Mandele, haverá nessa fase inicial do projecto exibições trimestrais, todas as quintas-feiras de cada mês.

    O acto de inauguração teve como convidado especial o historiador angolano Patrício Batsikama.

    Segundo a agenda do programa, para o mês de Julho, está reservado ao multi-instrumentista nigeriano, pioneiro da música afrobeat e activista político Fela Kuti, numa abordagem a ser feita pelo activista socio-cultural africano Analtino dos Santos.

    Em Agosto, será exibido um documentário sobre racismo, realizado pela BBC, cuja apresentação será feita, provavelmente, pelo sociólogo angolano João Paulo Ganga.

    Segundo a responsável do projecto “Afidika: Nzo Yeto, Bukisi Beto” , Helga Mandele , a criação deste projecto surge também pelo facto de existir um certo pudor de alguns africanos identificarem-se tal como são.

    Embora existam problemas políticos ou económicos em África, o projecto pretende também mostrar o outro lado social, antropológico e humano dos africanos, tendo em conta ser de uma essência verdadeira, garante Helga Mandele.

    Os aspectos referidos são baseados na realidade angolana, sobretudo dos citadinos de Luanda.

    Fonte: VOA

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Presidente da República recebe PCA da TotalEnergies, enquanto produção de petróleo em Angola cai para 1,083 milhões bd

    O Presidente da República, João Lourenço, recebeu, esta segunda-feira, em Luanda, o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema