Terça-feira, Julho 16, 2024
18.7 C
Lisboa
More

    Mulheres no incentivo às famílias

    A secretária provincial da OMA, Eulália Rocha, apelou ontem às mulheres de Luanda a participarem na campanha de actualização do registo eleitoral, mobilizando os seus maridos, filhos, netos, sobrinhos e vizinhos, para que a província continue a ser a maior praça eleitoral do país.
    Eulália Rocha, que falava na cerimónia alusiva ao Dia da Mulher Africana, no Centro de Convenções de Talatona, pediu também às mulheres angolanas em geral, e às da província de Luanda, em particular, para darem o seu contributo nas actividades de educação dos jovens, especialmente das raparigas, que visam a redução da mortalidade materno-infantil e do VIH/Sida.
    “Reiteramos a firme disposição da OMA da província de Luanda em continuar a trabalhar em programas direccionados para o combate à mortalidade materno-infantil e do VIH/Sida”, sublinhou.
    A secretária provincial da OMA disse ser necessário desenvolver uma estratégia que integre o planeamento familiar em programas ligados à saúde reprodutiva e ao VIH/Sida, tendo em conta que o aborto provocado constitui uma das principais causas de morte materna em Angola. Segundo Eulália Rocha, a OMA deve continuar a mobilizar as mulheres nas comunidades para recorrerem às unidades sanitárias ou às parteiras tradicionais devidamente habilitadas, para terem o devido acompanhamento antes, durante e depois do parto e evitarem a morte materno-infantil.
    A redução da mortalidade materna, neonatal e infantil depende do reforço do sistema municipal de saúde, das actividades de comunicação e educação e da oferta do pacote de serviços à mãe e à criança, além da organização de serviços, da formação dos profissionais e da investigação aplicada aos problemas de saúde, afirmou a vice-ministra da Saúde.
    Ao discertar sobre o tema “As mulheres africanas na redução da mortalidade materno-infantil”, Evelise Frestas disse que as mulheres, de forma individual ou através de organizações e redes sociais, podem contribuir na difusão do planeamento familiar, testagem voluntária e prevenção do VIH/Sida e outras doenças de transmissão sexual.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    África do Sul arrecadará US$ 2,4 bilhões com o Pacto Climático este ano

    O Tesouro Nacional da África do Sul disse que espera que até 2,4 bilhões de dólares ingressem no país...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema