Sábado, Maio 25, 2024
15.1 C
Lisboa
More

    Missão da ONU deixa Mali, após 10 anos

    A missão da ONU no Mali terminou uma década de destacamento no país em crise no domingo, cumprindo o prazo de 31 de dezembro acordado depois de os líderes militares do Mali terem ordenado a sua saída.

    A missão de estabilização da ONU (MINUSMA) estava no Mali desde 2013 e a sua retirada está a provocar receios de que os combates se intensifiquem entre as tropas e as facções armadas.

    O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, disse num comunicado publicado no domingo que a MINUSMA tinha completado a sua retirada acordada até 31 de dezembro de 2023.

    O chefe da ONU elogiou o “papel fundamental” das missões na proteção dos civis e no apoio ao processo de paz no Mali, que está a braços com a violência jihadista e outras crises.

    Também reconheceu o trabalho da MINUSMA para “garantir o respeito pelo cessar-fogo no contexto do acordo de paz e reconciliação de 2015” entre Bamako e os grupos rebeldes do norte), bem como os seus esforços para restaurar a autoridade do Estado.

    A junta no poder no Mali, que tomou o poder em 2020, exigiu em junho a saída da missão, que na última década manteve cerca de 15.000 soldados e polícias no país.

    Centenas de membros da MINUSMA foram mortos em circunstâncias hostis, na sua maioria atribuídas a grupos armados ligados à Al-Qaida ou ao grupo Estado Islâmico.

    Guterres prestou homenagem aos “311 membros da MINUSMA que perderam a vida e aos mais de 700 que ficaram feridos na causa da paz”.

    A “fase de liquidação” terá início a partir de 1 de janeiro, envolvendo actividades como a entrega de equipamento às autoridades, com equipas mais pequenas nos locais de Gao e Bamako.

    A violência tem varrido o país, alastrando para os vizinhos Burkina Faso e Níger e inflamando tensões étnicas pelo caminho.

    Milhares de civis e combatentes morreram e milhões de pessoas foram deslocadas.

    Publicidade

    spot_img
    FonteVOA

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Como é que Itália vê a abertura de Ursula von der Leyen para cooperar com Meloni?

    Meios de comunicação social italianos descrevem a declaração da presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, como ousada,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema