Domingo, Maio 26, 2024
21.7 C
Lisboa
More

    Merkel e Hollande querem “ministro” do euro a tempo inteiro

    O presidente do Eurogrupo deve ter um mandato de cinco anos, assumir funções a tempo inteiro e passar a acompanhar as reuniões internacionais, designadamente do G20. Paris e Berlim estarão já de acordo sobre o figurino – falta consenso sobre o nome.
    Depois de o primeiro-ministro luxemburguês ter acedido esticar o seu mandato por mais um semestre, a escolha do sucessor de Jean-Claude Juncker na presidência do Eurogrupo pode também ser esticada até ao fim do ano.

    Mas se continua a não haver acordo sobre nomes, há consenso – pelo menos entre Berlim e Paris – sobre a necessidade de fazer um “up-grade” ao cargo. Objectivo: fazer com que o representante dos ministros das Finanças do euro passe a ter um peso institucional equiparável ao de “ministro” que lhe permita ser “o” representante político do euro e interlocutor privilegiado do presidente do BCE, no caso Mário Draghi, mas também do director-geral do FMI (Christine Lagarde, na actualidade).

    A informação está a ser avançada pelo “Le Figaro”, segundo o qual o novo figurino do cargo tem estado a ser delineado pelas equipas de Angela Merkel e de François Hollande, estando a reflexão “muito avançada”.

    Berlim e Paris quererão que o presidente do Eurogrupo tenha um mandato mais prolongado de cinco anos, assuma essas funções a tempo inteiro, passando a acompanhar as reuniões internacionais, designadamente do G20, das quais Juncker está arredado.

    O que não fica claro é se é desejo do eixo franco-alemão que o próximo presidente do Eurogrupo fique também com algum tipo de responsabilidade na Comissão Europeia, seguindo o modelo de concentração de funções que ocorreu na representação externa diplomática da União Europeia.

    Este reforço do estatuto do presidente do Eurogrupo poderá abrir caminho a um genuíno ministro europeu das Finanças, com poderes para mandar reescrever Orçamentos nacionais, por exemplo. Mas este é um desenvolvimento que exigirá mudanças profundas, no culminar de uma caminhada, seguramente mais controversa e demorada, de integração orçamental.

    FONTE: Jornal de Negócios

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Anora de Sean Baker vence Palma de Ouro em Cannes. Miguel Gomes recebe Melhor Realização com Grand Tour

    O realizador norte-americano recebeu o prémio de Melhor Filme no Festival de Cinema de Cannes pelo qual "trabalhou toda...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema