Sábado, Julho 20, 2024
20.1 C
Lisboa
More

    Mais quatro pessoas morreram de Covid-19 e 127 foram infectadas em 24 horas

    Mais de 1.500 professores e funcionários do ensino superior em Luanda começam a ser testados amanhã, às 8 horas, no Campus Universitário, anunciou, ontem, o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda.

    A recolha de amostras no ensino superior é continuidade da testagem nas instituições públicas, que começou na segunda-feira no Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e que prosseguiu ontem no Ministério das Relações Exteriores.

    No habitual encontro com jornalistas sobre a evolução da pandemia em Angola, Franco Mufinda esclareceu que, em relação aos professores do subsistema de ensino não universitário e dos funcionários do Ministério da Educação, a Comissão Multissectorial vai, na devida altura, dar a conhecer a data e o local para a testagem.

    Franco Mufinda disse que o processo de testagem em massa em passageiros e grupos de risco faz parte do Plano de Contingência a ser executado nos diferentes eixos, por forma a conter e controlar a cadeia de transmissão do vírus Sars-Cov2 em Angola. Além da testagem em massa, o secretário de Esta-do informou que continua a formação dos técnicos a todos os níveis, palestras, bem como a distribuição de medicamentos, equipamentos hospitalares e material de biossegurança.

    País registou 127 infecções e quatro óbitos

    Nas últimas 24 horas, o país registou 127 casos de Covid-19, quatro óbitos e a recuperação de 11 pacientes. Dos casos anunciados ontem, todos foram notificados em Luanda, sendo 78 do sexo masculino e 49 do sexo feminino. Os infectados têm idades entre um e 78 anos. Em Lu-anda, os casos foram identificados nos municípios do Kilamba Kiaxi, Viana, Belas, Cazenga, Cacuaco e nos distritos urbanos da Ingombota, Maianga e Sambizanga.

    Relativamente às mortes, Franco Mufinda esclareceu que ocorreram todos em Lu-anda. Trata-se de três homens e de uma mulher com idades entre 48 e 75 anos. De acordo com o secretário de Estado, os quatro pacientes que faleceram apresentavam outras doenças, como diabetes, hipertensão arterial e hiperplasia prostática.

    Com estes dados, o país soma 4.363 casos confirmados, dos quais 159 óbitos, 1.473 recuperados e 2.731 activos. Deste número,18 estão em estado crítico a receber tratamento por ventilação mecânica invasiva, igual número em situação grave, 81 são considerados moderados, 62 têm sintomas leves e 2.552 são assintomáticos.

    Nas últimas 24 horas, frisou o secretário de Estado, foram processadas 1.677 amostras por RT-PCR, das quais 127 foram positivas e 1.550 negativas. Até à data foram processadas 79.287 amostras, sendo 4.363 positivas e 74.924 negativas. Franco Mufinda informou que 82 pessoas que estavam em quarentena institucional tiveram ontem alta, sendo 51 em Luanda, 26 no Bié e cinco na província do Cuando Cubango.

    O Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) registou 219 chamadas, das quais três denúncias de casos suspeitos, duas de violação de cerca sanitária e 214 relacionadas a pedidos de informação sobre a pandemia da Covid-19.

    Publicidade

    spot_img
    FonteJA

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Apagão global afeta companhias aéreas, bancos e hospitais

    Um dos maiores apagões cibernéticos registrados nos últimos anos afetou várias atividades nesta sexta-feira (19) em todo o planeta,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema