Sexta-feira, Dezembro 1, 2023
10.9 C
Lisboa
More

    Macron visita Camarões, Benim e Guiné-Bissau na próxima semana

    Emmanuel Macron visita os Camarões, Benim e a Guiné-Bissau na próxima semana. Trata-se da primeira visita ao continente africano do governante francês desde a sua reeleição, em Abril.

    Deslocação a África, de 25 a 28 de Julho, do presidente francês Emmanuel Macron. Trata-se da primeira visita ao continente africano do governante francês desde a sua reeleição, em Abril.

    A crise alimentar causada pela guerra na Ucrânia, a produção agrícola e as questões de segurança estarão no centro desta viagem, avança a Presidência francesa.

    Segundo o Eliseu, a viagem visa “marcar a continuidade e o constante compromisso do presidente da República na sua vontade de reafirmar e renovar a relação com o continente africano”.

    Na semana passada, Macron havia avançado com a vontade de “repensar, até ao Outono, o conjunto dos dispositivos militares de França no continente africano”, numa altura em que a força antijihadista Barkhane está prestes a terminar a sua retirada do Mali. Macron disse ser uma “necessidade estratégica” a colocação de “dispositivos menos expostos”.

    A primeira etapa desta viagem será os Camarões, a maior economia da África Central. Emmanuel Macron tem encontro marcado na terça-feira com o seu homólogo, Paul Biya, de 89 anos de idade, 40 dos quais à frente do país.

    Em cima da mesa estarão as possibilidades de investimento francês na agricultura camaronesa e os desafios da luta antiterrorista no norte do país.

    Na quarta-feira, o chefe de Estado francês segue para o Benim, cujo norte enfrenta um aumento de ataques mortais, numa altura em que a ameaça jihadista está instalada desde o Sahel até aos países do Golfo da Guiné. Cotonou quer o apoio francês em termos de logística aérea, inteligência e equipamento.

    O périplo de Emmanuel Macron termina na quinta-feira, na Guiné-Bissau, onde vai reunir-se com o presidente Umaro Sissoco Embaló, que está prestes a assumir a liderança da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

    Diz a Presidência francesa que nestes dias “as questões de governação e do Estado de Direito serão abordadas em todas as fases”, todavia, “sem injunção dos média mas sob a forma de trocas directas com os seus homólogos”.

    O chefe de Estado francês será acompanhado pelos ministros dos Negócios Estrangeiros e das Forças Armadas, Catherine Colonna e Sébastien Lecornu, o ministro delegado para o Comércio Externo, Olivier Becht, e a secretária de Estado do Desenvolvimento, Chrysoula Zacharopoulou.

    Publicidade

    spot_img
    FonteRFI

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    São Tomé e Príncipe organiza quinto recenseamento até 2025

    Para este quinto recenseamento, foram introduzidas algumas inovações sobretudo na vertente na actualização de dados censitários. Cerca de 600...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema