Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
16.9 C
Lisboa
More

    Liberdade de imprensa, de partidos políticos e eleições são princípios mínimos de democracia, diz embaixador americano em Angola

    Diplomata respondia assim aos apelos da oposição angolana a uma maior intervenção americana na questão de direitos humanos

    O embaixador de americano em Angola, Tulinabo Mushingi assegurou, nesta quinta-feira,6, em Luanda , que o seu governo apoia a aplicação dos princípios “democráticos básicos mínimos” em Angola mas não pode ditar regras sobre como o governo “deve fazer isso”.

    O diplomata americano fez estas declarações à Voz da América durante uma conferência imprensa naquilo que pode ser entendido como a resposta na aplicação da liberdade de expressão e de manifestação e na implementação das autarquias.

    “Cada país deve decidir qual o caminho deve seguir dentro dos princípios básicos mínimos onde nós concordamos como a liberdade de imprensa, a liberdade de ter partidos políticos, a organização de eleições no país”, afirmou o embaixador americano.

    À pergunta sobre a suposta imposição de 100 anos de ocupação de terras como condição para os empresários americano investirem no sector agrícola , Tulinabo Mushingi, também defendeu que os investimentos do seu país em Angola deverão estar assentes em “acordos bilaterais que satisfaçam as duas partes”.

    “É uma parceria e não um lado a ditar regras ao outros lado. Se estivermos de acordo vamos assinar mas não são os Estados Unidos a impor esta parceria”, assegurou.

    Durante a conferência de imprensa, o embaixador americano fez um resumo do recente encontro entre os presidente, João Lourenço e Joe Biden afirmando que a reunião “encerrou um ano verdadeiramente histórico e uma oportunidade para falar sobre o futuro da parceria EUA-Angola”.

    O diplomata americano minimizou a presença de investidores de outros países no Corredor do Lobito afirmando haver espaço para todos.

    Ele manifestou-se regozijado com a posição de Angola em relação à guerra na Ucrânia e entre Israel e Hamas afirmando tratar-se de uma postura que visa “ajudar a paz no mundo”.

    Por Venâncio Rodrigues

    Publicidade

    spot_img
    FonteVOA

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    França pretende organizar a primeira reunião para discutir a ligação de infraestrutura entre a Índia e a UE

    A França está a preparar uma primeira reunião para discutir uma ligação infraestrutural que ligaria a Índia à Europa...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema