Quarta-feira, Setembro 27, 2023
25.3 C
Lisboa
More

    Lançado projecto de segurança alimentar para milhares de camponeses em Cacula

    Um projecto de segurança alimentar, que envolve 2.500 camponeses e as suas famílias do município de Cacula, província da Huíla, foi lançado pela Direcção Provincial da Agricultura e do Desenvolvimento Rural, em parceria com a Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA).
    O projecto, denominado “Kumosi”, visa contribuir para o processo de desenvolvimento rural, participativo e sustentável, através do fortalecimento das associações e cooperativas de camponeses do município de Cacula.
    A directora provincial da Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente, Maria Chiloca Soma, disse ao Jornal de Angola que o projecto é financiado pela União Europeia e por uma organização alemã, através do Programa Pão para o Mundo. Maria Soma informou que o projecto vai durar quatro anos e está orçado em 997.700 euros. No município de Cacula, informou, o projecto abrange os camponeses associados em cooperativas das comunas de Tchikuakueya, Viti Vivali e Cacula.
    Maria Soma disse que o objectivo é reforçar a capacidade institucional de seis cooperativas e 20 associações, no que se refere à legalização, organização interna, gestão e captação de recursos.
    Perspectiva-se também a produção, transformação e conservação de produtos agro-pecuários, através do uso de tecnologias e variedades adaptadas, mecanismos de comercialização dos produtos das cooperativas e associações, através de um maior conhecimento e acesso aos mercados.
    A criação de espaços de concertação e diálogo, a nível comunal e municipal e de sistemas de gestão, controlo financeiro, monitoria e avaliação do projecto são também resultados esperados.
    Camuenle Tchapua está satisfeito com o desenvolvimento do projecto, que visa fortalecer a capacidade das associações e cooperativas de camponeses e seus familiares no município da Cacula.

    Referiu que o Executivo está empenhado em resolver os problemas das populações, com o lançamento de programas de combate à fome e à pobreza, construção de escolas, hospitais e postos de saúde, infra-estruturas do sector da agricultura e do comércio nas localidades: “os equipamentos e as acções desenvolvidas estão a dar outro modo de vida às populações”.
    Camuenle Tchapua pediu às autoridades tradicionais e entidades religiosas a sensibilizarem as famílias no sentido de estarem organizadas em associações e cooperativas, para beneficiarem dos apoios do Executivo.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola recupera 36 peças de arte em leilão realizado em Portugal

    As peças, que faziam parte da colecção privada de artes do português Elísio Romariz dos Santos Silva, foram leiloadas...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema