Segunda-feira, Junho 24, 2024
25.6 C
Lisboa
More

    Investidores manifestam preocupação com a eventual baixa da classificação

    Investidores que mantêm bónus nos Estados Unidos podem registar perdas totais de cem mil milhões de dólares se a classificação de risco daquele país, actualmente em AAA, for rebaixada, noticiou, na segunda-feira, o “Financial Times”.
    O jornal, que se baseou numa pesquisa da S&P Valuation and Risk Strategies, referiu que “um rebaixamento que resulte em preços menores e maiores taxas de retorno (yields) pode significar que o Tesouro tem de pagar entre 2,3 mil milhões e 3,75 mil milhões de dólares a mais de juros ao ano”.
    Se a Standard & Poor’s ou qualquer outra agência de classificação de risco rebaixasse a classificação dos Estados Unidos, salienta a notícia, os Treasuries provavelmente perdiam valor e as perdas podiam chegar a cem mil milhões, disseram analistas da S&P Valuation and Risk Strategies, uma equipa de pesquisa independente.
    A taxa de retorno dos Treasuries ainda não reflecte essa preocupação e a dos títulos de dez anos caiu a 2,85 por cento, o nível mais baixo de 2011.
    Os investidores estão mais preocupados com a fraqueza da economia e com um possível contágio da crise europeia. Apesar da ameaça de rebaixamento da dívida dos Estados Unidos ser remota, ainda é uma possibilidade, considerando-se as projecções de grandes défices de longo prazo e o impasse em relação ao aumento do limite da dívida, que é de 14,3 triliões.
    A S&P manteve, em Abril, a classificação de risco da dívida dos Estados Unidos, mas colocou a nota em perspectiva negativa por causa do défice e da hipótese de, até 2013, não diminuir significativamente.
    A Moody’s anunciou que pode colocar a nota dos Estados Unidos em revisão para um possível rebaixamento se o impasse sobre o limite da dívida pública não for resolvido até 2 de Agosto.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Costa do Marfim, Namíbia e Africa do Sul estão na mira das grandes petrolíferas, à medida que a exploração offshore se intensifica

    À medida que as grandes empresas petrolíferas retornam à exploração offshore, as águas profundas da África Ocidental se...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema