Terça-feira, Março 5, 2024
10.7 C
Lisboa
More

    Instalados cursos nos municípios

    O número de alunos da Escola Técnica Profissional de Saúde (ET­PS) do Lubango aumentou consideravelmente com a criação de salas anexas nos municípios de Quilengues, Matala e Caconda.
    O director-geral da Escola Técnica Profissional de Saúde do Lubango disse, ao Jornal de Angola, que a extensão dos cursos ministrados na instituição permitiu, este ano lectivo, o ingresso de 1.552 novos alunos.
    A extensão da Escola Técnica aos municípios, afirmou, é a resposta a uma orientação do governo provincial feita no âmbito da municipalização dos serviços de saúde.
    Com a criação das salas anexas, referiu, em cada um dos municípios foram matriculados 80 alunos nos cursos de radiologia, enfermagem, análises clínicas e farmácia. A existência da Faculdade de Me­dicina da Universidade Mandume Ya Ndemufayo, salientou, serve também de incentivo aos jovens para os cursos de saúde.
    Até ao ano lectivo passado, disse, a instituição formava apenas técnicos básicos, mas com a aprovação do novo sistema curricular evoluiu para o nível médio.
    “São candidatos todos os jovens que têm a nova classe, que depois de quatro anos podem ser considerados técnicos médios aptos a trabalharem e a ingressarem no ensino superior”, declarou. Numa primeira fase, referiu, o programa de expansão dos cursos técnicos de saúde funciona em sistema de “municípios regionalizados”, que recebem estudantes de municípios integrados nas áreas norte, leste e centro da província.
    O director-geral da escola disse que a lógica das turmas anexas é dos municípios periféricos enviarem candidatos para Caconda, Quilengues e Matala.

    Na Caconda, onde há 80 alunos nos cursos de enfermagem, análises clínicas e farmácia, o administrador municipal recordou que o governo provincial está apostado na expansão dos serviços de saúde, no âmbito do programa de combate à fome e à pobreza.
    O governo provincial e a administração municipal de Caconda, disse Adão César, têm canalizado recursos para a construção de infra-estruturas sanitárias e aquisição de medicamentos essenciais.
    O administrador municipal de Quilengues garantiu “todo o apoio” para os programas de formação de quadros locais serem cumpridos.
    Armando Vieira frisou que os serviços de saúde contemplam já as comunas de Impulo e de Dinde e as localidades de Catalã.

    Fonte: JA

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Emirados Árabes Unidos convocarão uma reunião sobre financiamento climático em preparação para a COP29

    Os Emirados Árabes Unidos reunirão representantes dos países e líderes de instituições financeiras globais numa reunião especial em junho,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema