Quarta-feira, Fevereiro 21, 2024
16.5 C
Lisboa
More

    Huambo: Educação patriótica das FAA considerada fundamental

    O Chefe do Estado Maior General Adjunto para Área de Educação Patriótica das Forças Armadas Angolanas (FAA), general Egídio Sousa Santos, considerou hoje, sexta-feira, no Huambo, o processo de reeducação patriótica e acção psicológica em curso na corporação como um importante instrumento operacional de enorme valor.

    General Egídio de Sousa Santos (Foto: Clemente dos Santos)
    General Egídio de Sousa Santos (Foto: Clemente dos Santos)

    Discursando na sessão de encerramento da IX reunião metodológica dos órgãos de Educação Patriótica do Exército, decorrida nesta região desde quarta-feira, o general sublinhou que esta tarefa deve ser encarada como um verdadeiro ponto de partida da estratégia de consolidação e actuação dos órgãos de educação patriótica das FAA.

    Frisou que o êxito deste trabalho passa pelo bom carácter dos militares, de maneira a prepara-los para o desempenho das suas tarefas e criação de valores necessários para o bem comum da sociedade.

    Destacou as responsabilidades acrescidas do exército neste processo, enquanto maior ramo das FAA e do papel que lhe é reservado no contextos dos objectivos prosseguidos pela política da defesa nacional.

    Por outro lado, Egídio Sousa Santos alertou aos oficiais das FAA a manterem-se sempre atentos a qualquer acto de instabilidade política no país.

    Referiu que o trabalho para manutenção da paz, estabilidade política, económica e social é uma tarefa de todos dos militares, sobretudo numa sociedade onde o sistema político é aberto e a informação é transmitida de várias formas e, em alguns casos, com conteúdos deturpados, incitando a comportamentos desaconselháveis.

    Neste contexto, considerou importante que, no quadro constitucional do apartidarismo das FAA, que se incrementem medidas concretas de imunização das tropas contra qualquer tipo de propaganda adversa, que contrarie os objectivos da politica geral do país.

    Sob o lema “Reforcemos o trabalho educativo-patriótico no Exército, contribuindo na preservação da paz, segurança e estabilidade nacional”, os participantes ao encontro reflectiram acerca do estado de saúde das tropas do Exército e do índice de mortalidade, ferimentos e as suas respectivas causas.

    A agenda foi preenchida pelo temas “Estado, disciplinar e criminal das tropas”, “Traumas pós-guerra”, “O stress pós-traumático nos militares”, “Estado psico-moral das tropas a nível das Regiões Militares e Unidades de subordinação central do Comando do Exército” e a “Experiência do asseguramento da comunicação social no Exército Brasileiro”. (portalangop.co.ao)

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Angola reafirma compromisso com Programa de Acção de Doha

    Angola reafirmou, esta segunda-feira, na sede das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, o seu compromisso com...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema