Domingo, Abril 14, 2024
21.6 C
Lisboa
More

    Huambo: Confrontos partidários causam três mortos

    Confrontos entre militantes do MPLA e da UNITA resultaram na morte de três pessoas supostamente afectas ao partido no poder e na detenção de cerca de oitos indivíduos da oposição, na comuna do Alto Hama, província do Huambo.
    Segundo relatos ouvidos pela Voz da América no local duas pessoas
    morreram imediatamente e uma outra acabou por falecer no hospital. Dos três feridos graves da oposição, dois encontram-se detidos, na
    sequência de pancadaria entre os membros das principais forças
    políticas angolanas.
    O incidente ocorreu na madrugada segunda-feira e o número preciso de
    feridos ainda está por determinar. O clima é de tensão na localidade.
    Informações não apuradas dão conta de populares a abandonarem a suas
    residências e se fixarem nas montanhas, com medo de sofrerem
    represálias.
    Em declarações à Voz da América o secretário comunal da UNITA do Alto Hama, Evaristo Hosse, disse que os militantes do seu partido agiram em legítima defesa, contra a suposta agressão de um grupo afecto ao MPLA, acusando a administradora daquela comuna de ter orientado as estruturas locais da sua organização partidária a desencadear actos
    de violência política:
    “O secretário do MPLA do comité do sector da Bonga é quem organizou as pessoas, tendo transportado os indivíduos até ao Luvili,” disse o
    político, acrescentando que ” chegado no terreno, o secretário do
    Luvili organizou as pessoas e distribuiu o grupo em três bairros onde
    entraram em catanadas, resultando em morte e ferimentos.”
    Domingos Albano Tchissanda uma das testemunhas alega que os supostos agressores invadiram as residências na calada da noite, tendo
    destruído todos os haveres dos populares da comunidade de Luvili:
    “Bateram as nossas portas com catanas, entraram. Partiram as
    cadeiras e mesas, todos os haveres das casas,” contou Tchissanda.
    A VOA tentou ouvir a administradora   do Alto Hama, mas ela disse que
    falaria para imprensa estatal, enquanto que o comando provincial da
    polícia remeteu os seus pronunciamentos para as próximas ocasiões.

     

    Por António Capalandanda | Huambo

    Fonte: VOA

    Foto: António Capalandanda / VOA

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Irão lança ataque com mais de 100 drones contra Israel em retaliação

    O Irã lançou um ataque com drones contra Israel em um ato de retaliação, neste sábado (13). “Compreendemos essas...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema