Segunda-feira, Julho 15, 2024
23.1 C
Lisboa
More

    Filhos de heróis ganham bolsas

    Filhos de antigos combatentes e de veteranos da pátria vão ser, este ano, contemplados com bolsas de estudo e outras medidas para garantir a sua inserção no mercado de trabalho, afirmou o director provincial.
    Jorge Sapesse disse que as acções constam de um programa que está a ser desenvolvido desde o ano passado que inclui, igualmente, a formação profissional e inserção dos antigos combatentes e veteranos de guerra em actividades produtivas.
    O director provincial dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria afirmou que o programa de combate à fome e à pobreza inclui acções de formação profissional e de âmbito social para os beneficiários e respectivas famílias.
    As acções de formação resultaram já na constituição de cinco cooperativas nas localidades do Colango e Chimboa, além de um projecto de pesca no município da Baía Farta, em parceria com Instituto de Reinserção Social para Ex-Militares, envolvendo 172 cidadãos.
    No ano passado, 510 beneficiários receberam assistência em reabilitação física. Outros 456 receberam apoios diversos. Na província de Benguela, a direcção tem registado 10.931 antigos combatentes e veteranos da pátria, viúvas e órfãos de guerra.

    Dia dos Mártires em Benguela

    O secretário para a informação do comité provincial do MPLA em Benguela, Zacarias Davoca, disse que o Dia dos Mártires da Repressão Colonial, assinalado a 4 de Janeiro, é importante para os angolanos conhecerem o esforço empreendido pelos heróis que libertaram a pátria. A propósito da data, Domingos Faztudo, secretário provincial da FNLA em Benguela, afirmou que o aumento das pensões dos veteranos da pátria constitui uma medida positiva, pois contribui para que tenham uma vida condigna. O responsável sublinhou que a data serve de reflexão histórica para os angolanos.
    O secretário provincial em exercício da UNITA em Benguela, Faustino Patrão, afirmou que os angolanos não podem esquecer os antigos combatentes e mártires que se empenharam na luta anti-colonial que culminou com a independência de Angola.
    Faustino Patrão destacou o apoio do Executivo às famílias dos antigos combatentes e dos veteranos da pátria, tendo igualmente proposto que as ruas das cidades ostentem os nomes dos heróis nacionais.
    O programa de comemorações do 4 de Janeiro começou com uma romagem ao cemitério municipal da Camunda e a deposição de uma coroa de flores no túmulo do soldado desconhecido. Participaram no acto, membros do governo, autoridades tradicionais, representantes dos partidos políticos, das igrejas e da sociedade civil.
    Na quarta-feira foram realizadas palestras, debates radiofónicos e visitas ao Porto do Lobito e Caminhos-de-Ferro de Benguela.



    Fonte: Jornal de Angola

    Fotografia: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    Trump é retirado de comício na Pensilvânia após disparos

    O ex-presidente americano Donald Trump, candidato à reeleição, foi retirado do palco neste sábado durante um comício na Pensilvânia,...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema