Segunda-feira, Junho 24, 2024
19.8 C
Lisboa
More

    Festival Internacional de Jazz de Luanda procura palco adequado à sua dimensão

    O Festival Internacional de Jazz de Luanda vai deixar de ser realizado no Cine Atlântico, devido à falta de condições técnicas e de espaço do recinto, informou, domingo, o director da Ritek, organizadora da actividade.
    António Cristóvão fez um balanço provisório da terceira edição do festival e anunciou que está a negociar com a direcção do Hotel de Convenções de Talatona, para que as próximas edições se realizem naquela unidade hoteleira, que reúne todas as condições.
    O director da Ritek adiantou que o festival alcançou um padrão internacional e, por isso, o Cine Atlântico já não reúne as condições.
    “A tendência é a cada edição aumentarmos o número de artistas nacionais e estrangeiros, o que nos obriga a pensarmos num espaço com melhores condições, inclusive as de saneamento”, frisou.
    O desempenho dos músicos, de acordo com António Cristóvão, superou o da edição passada, tornando o festival numa marca internacional. “Alcançámos os objectivos. Mas, infelizmente, esta edição foi a mais difícil, devido a algumas questões financeiras. Ela custou aos cofres da organização mais de três milhões e meio de dólares”, disse.
    Porém, acrescentou que, com este montante, a organização conseguiu reunir um leque de artistas de luxo, permitindo tornar o festival uma referência mundial. “Tivemos uma expectativa de mais de seis mil pessoas para os três dias de espectáculos. No momento estamos a fazer um balanço definitivo”, adiantou.
    O director do festival garantiu que a maior preocupação foi o visto consular de alguns músicos internacionais. “Esperamos contar com outros apoios financeiros, para que nas próximas edições não tenhamos as mesmas dificuldades”, afirmou.

    Participaram na edição 2011 do Festival Internacional de Jazz de Luanda os músicos Macy Grey, Gonzalo Rubacalba , Roy Hargrove, Mayra Andrade, Sibongile Khumalo, Dee Dee Bridgeter, Spyro Gyra, Roberta Gambariri, Rui Veloso, Ismael Lo, os grupos LiqueDeep e Black Cooffe e os angolanos Yami, KIzua Gourgel, Simmins Massini, Emmanuel Kanda, banda Maravilha e DJ Ricardo Alves.
    O público que acompanhou os espectáculos teve também a oportunidade de comprar alguns artigos e recordações produzidos pela organização, nos quiosques montados no Cine Atlântico.
    Camisolas, livros e discos de alguns artistas nacionais e estrangeiros que participaram no festival estavam à disposição dos interessados.

    Fonte: Jornal de Angola

    Publicidade

    spot_img

    POSTAR COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

    - Publicidade -spot_img

    ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    China e União Europeia concordam em manter negociações sobre tarifas de veículos elétricos

    A China e a União Europeia concordaram em iniciar negociações sobre os planos da UE de impor tarifas sobre...

    Artigos Relacionados

    Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
    • https://spaudio.servers.pt/8004/stream
    • Radio Calema
    • Radio Calema